Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias - Coronavírus > UFPI produz vídeos sobre Coronavírus em Libras
Início do conteúdo da página

UFPI produz vídeos sobre Coronavírus em Libras

Imprimir
Publicado: Quinta, 26 de Março de 2020, 20h45

FAQs_em_Libras_-_Destaque_site_UFPI20200327114415.png

A Universidade Federal do Piauí (UFPI), por meio da Coordenação Geral dos Curso de Letras-Libras, produziu vídeos informativos sobre o Coronavírus em Libras para a comunidade surda em geral. A elaboração dos vídeos contou com a participação de profissionais da Coordenação de Libras, da equipe de intérpretes de Libras e do Laboratório de Edição de Vídeo da UFPI.

WhatsApp Image 2020-03-27 at 13.10.38.jpg

Professora Adila Silva Araújo Marques

De acordo com a professora Adila Silva Araújo Marques da Coordenação do Curso de Letras-Libras, a importância da iniciativa é levar informação de qualidade do que está sendo produzido e da situação na qual nós estamos vivendo para os alunos surdos.

“Começamos a produção dos vídeos, primeiramente, pelas notas informativas sobre o funcionamento e decisões do Comitê Gestor de Crise (CGC), mas logo que o CGC criou a página (https://coronavirus.ufpi.edu.br/), nós tivemos esta iniciativa de gravar as dúvidas frequentes, pois elas estão bem pontuadas e esclarecedoras. Nós resolvemos fazer a versão em Libras para levar informação verídica, tentando minimizar essa enxurrada de notícias falsas que vemos por aí e que acaba criando e gerando pânico nas pessoas. Então, foi no intuito de levar informação para a comunidade surda de maneira geral”, explica.

89fce310-1c23-4876-9d99-6a4e259f026e.jpg

Professor Pedro Júlio do Laboratório de Edição de Vídeo da UFPI

Adila Araújo afirma que o material em Libras produzido pela UFPI permitirá que várias pessoas tenham acesso à informação na sua primeira língua.  “Enquanto coordenação, nossa participação foi em questão de utilidade pública de acesso à informação e não tem porque nós termos um curso de Licenciatura em Letras Libras na universidade e as informações não serem acessíveis em Libras. Então, é questão de utilidade pública, por questão do meu público enquanto coordenadora do curso que tem alunos surdos, como pessoa militante da comunidade surda. Em respeito a essas pessoas membros de uma minoria linguística, podemos possibilitar, sim, o acesso à informação na sua primeira língua sobre como prevenir, se proteger e como evitar a disseminação do vírus Covid-19”, disse.

  ded03e1a-194f-4d20-a953-23dce7b64508.jpg

 Equipe de intérpretes de Libras

Na opinião da professora Adila Araújo, os surdos normalmente enfrentam grandes dificuldades para se comunicar nesse tipo de circunstância.
“O site possui vídeos relacionados à prevenção, dúvidas em relação ao Coronavírus. Estes vídeos possuem uma abrangência maior, pois qualquer pessoa pode acessar, qualquer surdo de toda parte do país tem acesso, tendo em vista que, nas notícias da televisão, em comunicados da prefeitura e do governo do estado não tem janela de Libras, muito menos uma legenda. Então, estes cidadãos surdos estão completamente a quem daquela informação prontamente. Cabe a nós, membros da comunidade surda e pessoas conscientes desse papel que a língua tem de informar, fazer essa tradução e possibilitar este acesso direto à informação na primeira língua”, finaliza.

Confira aqui os vídeos em libras 

e1afb271-e168-49ea-8dee-8d61af0bcd37.jpg

 Equipe de intérpretes de Libras

985cc5f8-125a-4962-977d-0b4b3df88d3b.jpg

 Equipe de intérpretes de Libras

 cce36dc7-09c5-441d-9f02-c1cfad5d15d3.jpg

 Equipe de intérpretes de Libras

 bb5f5983-5c95-4c76-87b0-fdbe0a73d895.jpg

 Equipe de intérpretes de Libras

 

 

Fim do conteúdo da página