Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias - UFPI > UFPI prepara restaurantes universitários para receber estudantes
Início do conteúdo da página

UFPI prepara restaurantes universitários para receber estudantes

Imprimir
Publicado: Terça, 04 de Janeiro de 2022, 17h41

A Universidade Federal do Piauí (UFPI) acelera o ritmo das reformas nos restaurantes universitários (RUs) para reabertura dos espaços à comunidade acadêmica. As ações de reparos e adequação dos locais fazem parte das providências de organização da Universidade para o início do novo semestre da graduação, com atividades em formato híbrido a partir de 7 de fevereiro. "A preocupçao é reestabelecer os serviços à comunidade, seguindo os protocolos sanitários contra a covid-19 para receber alunos, técnicos e professores em segurança", explica o Reitor Gildásio Guedes.

WhatsApp_Image_2022-01-05_at_09.59.27.jpeg

Restaurante Universitário com placas de acrílico para marcar a separação entre usuários e reduzir ocupação nas mesas

Nos RUs, está sendo finalizada a instalação de estruturas de acrílico para reforçar a separação de usuários nas mesas de alimentação, além de reduzir a capacidade de acomodação em 40%. As janelas estão sendo abertas para aumentar a circulação de ar. Outra medida será a sinalização dos espaços das filas para manter o distanciamento bem como a instalação de pias e tótens com  álcool em gel. Outra frente de trabalho é a regularização dos contratos para garantir a oferta de alimentação para os usuários. As ações de adaptação ocorrem nos restaurantes dos campi de teresina e interior.

A preocupação também se estende às residências universitárias para voltar a acolher futuramente alunos em vulnerabilidade socioeconômica. Além das revisões elétrica e hidráulica, manutenção dos aparelhos de ar-condicionado e demais eletrodomésticos, será feito serviço de pintura, disponibilização de tótens de álcool em gel, troca de mobiliário em alojamentos e adoção de medidas para estabelecer redução da capacidade de acomodação.

WhatsApp_Image_2022-01-04_at_17.32.44.jpeg

Reitor Gildásio Guedes em visita a residências universitárias no Campus de Teresina na última semana de dezembro

As reformas foram determinadas pelo Reitor Gildásio Guedes. Em vistoria à REU Central em Teresina, na semana passada, Gldásio estabeleceu urgência na realização das obras e reparos. "As residências universitárias desempenham papel central no acolhimento de estudantes em vulnerabilidade que não têm condições de arcar com as despesa de aluguel na cidade. É uma ação fundamental que garante a permanência de muitos alunos no curso", avaliou Gildásio.

As REUs estão fechadas há quase dois anos, mas os alunos não ficaram desassistidos. Os estudantes que moravam nas residências da UFPI recebem auxílio moradia para custear as despesas de aluguel nos novos locais que passaram a viver.

Retorno híbrido - As reformas entram em ritmo ainda mais acelerado com a proximidade do início do semestre 2021.2 em fevereiro. A expectativa que os serviços estejam concluídos ainda em janeiro.

Fim do conteúdo da página