Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias - UFPI > UFPI e Prefeitura Municipal de Teresina definem estratégia para combate à raiva canina na capital
Início do conteúdo da página

UFPI e Prefeitura Municipal de Teresina definem estratégia para combate à raiva canina na capital

Imprimir
Publicado: Quinta, 21 de Outubro de 2021, 10h27

Um grupo de professores e pesquisadores da Universidade Federal do Piauí (UFPI) levaram à Prefeitura Municipal de Teresina (PMT) um conjunto de estratégias para combater a raiva canina na capital piauiense. Os pesquisadores estiveram com o presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Dr. Gilberto Albuquerque, e apresentaram proposta de colaboração da UFPI para combate à Raiva Canina e Humana. A reunião ocorreu no dia 11 de outubro.

A ideia de apresentar a proposta de colaboração foi motivada pelo registrou, no mês de setembro, de caso de raiva canina na capital. Há 27 anos, Teresina não detectava casos da doença, o que fez crescer a preocupação dos pesquisadores da Universidade, pois a raiva tem letalidade de quase 100%. Para enfrentar o problema e dar segurança à população, os professores da UFPI elaboraram propostas de ações para melhorar a ação contra a raiva na capital.

Professor Otacílio copy

Professor Otacílio Batista Nétto

Um dos professores da UFPI que apresentaram sugestões de colaboração foi Otacílio Batista Nétto, docente do Núcleo de Estudos de Saúde Pública (NESP/UFPI). Ele enfatiza a importância da reunião e a necessidade de fortalecer ações que alertem a população quanto aos riscos da doença.“Definimos a melhora da comunicação como uma das estratégias mais importantes. Precisamos deixar claro que a população precisa ser informada e educada para as medidas necessárias das medidas de prevenção e controle da raiva”, diz o professor.

Sobre a questão da comunicação, ele ainda atenta para a importância de se divulgar melhor as campanhas de vacinação e informar as pessoas sobre a existência da sala vacinal que fica no Hospital da Primavera, local que oferece imunização contra a raiva humana. Outra medida que nasceu da reunião foi a decisão de vacinar contra a raiva os técnicos que lidam com o setor de medicina veterinária.

O Prof. Otacílio Nétto também ressalta a importância da integração entre ensino, serviço e comunidade. "A integração dos cursos de graduação com os serviços públicos de saúde é fundamental para melhorar a formação dos nossos alunos, mas também para estabelecer parcerias na realização de serviços e atividades que impactam na saúde da nossa comunidade, seja em Teresina seja no estado como um todo”.

Participaram da reunião os professores Otacílio Batista de Sousa Nétto, Liana de Vasconcelos e Telma Evangelista (representando o Centro de Ciências da Saúde) e os professores Ivete Mendonça, Taciana Galba e Williams Neves (representando o Centro de Ciências Agrárias). Além dos representantes da UFPI a reunião contou com a participação do corpo técnico da Fundação Municipal de Saúde.

 

 

 

Fim do conteúdo da página