Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias - UFPI > Psicólogo do CTF, Leandro Lopes, é um dos vencedores de concurso nacional de poesia
Início do conteúdo da página

Psicólogo do CTF, Leandro Lopes, é um dos vencedores de concurso nacional de poesia

Imprimir
Publicado: Terça, 04 de Mai de 2021, 11h02

Ele se define como aprendiz de poeta, mas já tem resultado de veterano. Na sua primeira participação em concurso de poesia, o psicólogo do Colégio Técnico de Floriano, Leandro Lopes, teve um poema selecionado para compor a Antologia Poética, Poesia Livre 2021, organizado pela Editora Vivara. Essa é uma edição comemorativa de 11 anos da Série Novos Poetas realizada pela editora e recebeu mais de 2 mil e 800 inscrições.   

leandro.jpeg

O psicólogo Leandro Lopes terá poesia publicada em obra que reúne poetas de todo o país 

A poesia selecionada tem o título “Canto do Olho”. Segundo Leandro, a poesia ilustra uma forma de expressão dos sentimentos pelo próprio corpo. “Principalmente quando a pessoa não encontra palavras ou não quer entrar com tal afeto. Por meio da ambiguidade da palavra “canto”, ora remete a um espaço e ora a uma canção, trabalha a metáfora de uma poesia muda declamada pelo corpo”, explica.  

Leandro, doutor em políticas públicas, já tem artigos científicos publicados em revistas e livros especializados e essa será sua primeira participação em obra literária. A decisão de participar foi motivada pelo desejo de ver sua obra apreciada de forma mais objetiva, analisada por uma comissão julgadora, para além da avaliação dos familiares e amigos. “Muito embora eles (familiares e amigos) deram os incentivos fundamentais para esse fazer poético”, frisa.

O fazer poético surgiu na adolescência e estava adormecido, com as reflexões e introspecções advindas do contexto da pandemia, ele redescobriu essa potencialidade que contribui, também, para o trabalho como psicólogo do CTF. “A arte de uma maneira em geral e a poesia em particular possibilita um refinamento da sensibilidade e uma aproximação sobre a alma humana, essencial para o meu trabalho, pois acredito que a atuação do psicólogo vai para além do manejo de técnicas. O próprio Freud já reconhecia, aliás, que suas descobertas já haviam sido antecedidas de alguma forma pelos literatos” finaliza.

Fim do conteúdo da página