Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias - UFPI > CCHL: abertas inscrições para minicursos do PET História
Início do conteúdo da página

MPSM e UNASUS-UFPI Lançam o curso de Formação Modular para Redução da Mortalidade Materna

Imprimir
Publicado: Quarta, 07 de Outubro de 2020, 20h15

C2Apresentacao.jpg

Na tarde desta quarta-feira (07) aconteceu o lançamento do Curso de Formação Modular para Redução da Mortalidade Materna. Elaborado pelo Mestrado Profissional da Saúde da Mulher como apoio da Universidade Aberta do SUS da UFPI, o objetivo do curso é qualificar médicos e enfermeiros da atenção primária à saúde no cuidado à gestante, visando melhores condições de saúde e assistência para a redução da mortalidade materna.

Participaram do webconferência de lançamento o Reitor da UFPI, Prof. Dr. José Arimatéia Dantas Lopes; a Coordenadora Executiva da UNASUS-UFPI, Profa. Dra. Lis Cardoso Marinho Medeiros; o Médico da Saúde da Família em Portugal , Dr. Victor Manuel Borges; A Coordenadora Estadual de Saúde da Mulher – Auzeni Moura Fé; Gerente de Atenção Básica da Secretária Estadual de Saúde e Presidente do Comitê Estadual de Redução de Mortalidade Materna do Piauí, Luciana Sena; Rita Maria Lino Tarcia, Pesquisadora e Consultora em Educação a Distância da Unifesp. 

WhatsApp Image 2020-10-07 at 20.02.45.jpeg

Prof. Dr. José Arimatéia Dantas Lopes

O Reitor da UFPI, Prof. Dr. José Arimatéia Dantas Lopes destaca a importância do curso. “Este curso é muito importante para os profissionais da área da saúde, especialmente para os trabalham diretamente com a maternidade. A redução da mortalidade materna é algo preocupante, embora tenhamos tido uma redução muito grande, o ideal é que seja zerado e que todo cuidado e tudo que possa ser feito para evitar a mortalidade materna deve ser feito e todo conhecimento possível possa ser compartilhado para erradicar a problemática. Desejo êxito pleno neste curso”. 

WhatsApp Image 2020-10-07 at 20.02.46-2.jpeg

Auzeni Moura Fé

Auzeni Moura Fé, Coordenadora Estadual de Saúde da Mulher falou da confiança de iniciar uma ação estratégica importante para qualificar os profissionais da Atenção Básica em Saúde. “O Curso utiliza uma metodologia adequada para o momento na assistência ao pré-natal com ênfase na classificação de risco da gestante. Este curso tem um diferencial, pois planejado para qualificar os profissionais da rede para um diagnóstico adequado, para uma conduta adequada, interveções mais oportunas e consequentemente teremos redução da mortalidade materna e infantil, pois as principais causas de óbitos materno são por hipertensão, hemorragia, eclampsia e infecções, explica.  

WhatsApp Image 2020-10-07 at 20.02.47.jpeg

Luciana Sena

Luciana Sena,  Gerente de Atenção Básica da Secretária Estadual de Saúde, este curso foi um sonho lançado a muito tempo, considerando quando se trata de morte materna mais de 90% das mortes são por causas evitáveis e a evitabilidade também está perpassando pelo fato de termos uma atenção de qualidade. Este curso veio no momento certo, oportuno não apenas para o Piauí, mas para o país, pois ele tem um potencial muito grande de ajudar qualificar os profissionais de saúde que estão diretamente na assistência a esta mulher.  

 WhatsApp Image 2020-10-07 at 20.02.46.jpeg

Dr. Victor Manuel Borges

O Dr. Victor Manuel Borges, Médico da Saúde da Família em Portugal, destaca a problemática da a mortalidade materna em Portugal. “A mortalidade materna está reduzida. Foi uma de nossas conquistas. Temos indicadores acima da União Europeia, embora Portugal seja um país mais pobre”, disse.

WhatsApp Image 2020-10-07 at 20.02.48.jpeg

Rita Maria Lino Tarcia

Rita Maria Lino Tarcia, Pesquisadora e Consultora em Educação a Distância da Unifesp disse que no dia a dia de muitas atividades é muito difícil para a rotina para se deslocar para um curso é mais um grande projeto que qualifica a atenção primaria no estado e que leva conhecimento capaz de transformar a vida das pessoas, não só dos profissionais que sentindo-se contemplados por conhecimento se sentem valorizados, confiantes e se motivam para um trabalho que seja realmente de atendimento de qualidade para população, mas também para comunidade que recebendo um atendimento qualificado certamente terá a preservação da saúde, promoção, prevenção de doenças. Então para mim é uma oportunidade de transformar as condições de saúde do estado, melhorar o atendimento, trabalhar com qualidade e de olhar para os profissionais, dizendo: vocês são muito importantes para nossa população”. 

WhatsApp Image 2020-10-07 at 20.02.49.jpeg

Profa. Dra. Lis Cardoso Marinho

A Profa. Dra. Lis Cardoso Marinho iniciou sua fala destacando que as matriculas para o curso Formação Modular para Redução da Mortalidade Materna estão abertas por meio do site: unasus.ufpi.br, no qual o participante terá que se cadastrar ou logar no sistema para ter acesso ao curso. “Os profissionais inscritos podem esperar um material atual técnico e baseado nas melhores evidencias cientificas. O curso tem a carga horária total: 180 horas, organizado em 4 micro cursos:  Hipertensão e Eclampsia; Hemorragia; Função Renal e Infecção Urinária, Diabetes Gestacional, totalizando 45h cada um. 

De acordo com a Profa. Dra. Lis Cardoso Marinho, o curso tem o formato modular que  favorece a formação de profissionais que atuam na Atenção Primária e buscam conhecimentos para tomada de decisão informada por evidências. “Eles estão planejados de maneira autônoma e independente permitindo ao profissional cursar aquele que responde mais prontamente aos seus interesses e necessidades. Porém, os micro cursos mantém uma relação direta entre si e com a temática de Redução da Mortalidade Materna, de modo que o profissional possa fazer a formação integral”, finaliza.   

Fim do conteúdo da página