Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias - UFPI > Divulgada lista de alunos classificados em programa de Economia Solidária
Início do conteúdo da página

Com pesquisa desenvolvida na UFPI, transformadores trifásicos com o uso de óleo obtido do coco babaçu são entregues à Equatorial Piauí

Imprimir
Publicado: Quinta, 20 de Fevereiro de 2020, 18h41

equatorial evento-14.JPG

A solenidade de entrega de oitos transformadores, que usam o óleo do coco babaçu como líquido isolante e refrigerador, ocorreu no espaço Rosa dos Ventos, na tarde desta quinta-feira, 20. O projeto totalmente sustentável que substitui o óleo mineral por vegetal foi desenvolvido na Universidade Federal do Piauí, por meio do Departamento de Química, em parceria com o Instituto Federal do Piauí.

equatorial evento-15.JPG

Participaram do evento o reitor da UFPI, Prof. Dr. José Arimatéia Dantas Lopes; a vice-reitora, Profa. Dra. Nadir do Nascimento Nogueira, o superintendente da Fadex, Prof. Dr. Samuel Pontes do Nascimento; o presidente da Equatorial Piauí, Nonato Castro; coordenador do projeto, o Prof. Dr. José Ribeiro dos Santos Júnior; técnico-administrativos e convidados.

Para o reitor da UFPI, é importante mostrar que as universidades públicas contribuem para o desenvolvimento do nosso país. “Nós temos que defender essa universidade pública,  de qualidade e autônoma, para que continue prestando relevantes serviços à comunidade. Não tenho dúvida que a UFPI é a que mais contribuiu para o desenvolvimento e contribui do estado do Piauí, não apenas com a formação de pessoal, mas com a geração de conhecimento e transferência deste para o bem-estar da população”, afirma.

equatorial evento-17.JPG

Reitor da UFPI, Prof. Dr. José Arimatéia Dantas Lopes

O resultado da pesquisa que a UFPI desenvolveu é destaque não só para a comunidade acadêmica, mas para fomentar a parceria com grandes instituições que visam à sustentabilidade, é o que esclarece o presidente da Equatorial Piauí, Nonato Castro. “Essa experiência é inovadora no setor elétrico, inclusive coincide com os programas da Aneel de Eficiência Energética, cujo pouco resultado se teve até agora. E esse projeto da UFPI vai realmente resultar em benefícios para o meio ambiente”, diz.

equatorial evento-11.JPG

Presidente da Equatorial Piauí, Nonato Castro

O valor do financiamento pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) foi de 1.047.853,80. Os transformadores foram montados com elementos testados e aprovados para o uso específico com o óleo vegetal obtido do coco babaçu. De acordo com o coordenador do projeto, o Prof. Dr. José Ribeiro dos Santos Júnior, a ideia do projeto partiu da possibilidade de criar um produto regional. “Criamos um projeto com recursos da nossa região. A ideia foi imediata, nós usamos o óleo obtido por meio da amêndoa do coco babaçu. Fizemos o primeiro projeto e foi aprovado”, explica.

equatorial evento-10.JPG

Coordenador do projeto, o Prof. Dr. José Ribeiro dos Santos Júnior

A Fundação Cultural e de Fomento à Pesquisa, Ensino, Extensão e Inovação (FADEX) foi primordial na concretização do produto final. Para o superintendente da FADEX, Prof. Dr. Samuel Nascimento, o professor Ribeiro realizou uma pesquisa de grande impacto para a sociedade. “A Fundação é parceira da UFPI, e esse projeto concretiza esse potencial científico e tecnológico para o estado do Piauí. A partir desse momento a UFPI apresenta para a Equatorial todo o seu potencial no desenvolvimento de tecnologia sustentável de um caminho promissor”, ressalta.

equatorial evento-12.JPGSuperintendente da Fadex, Prof. Dr. Samuel Pontes do Nascimento

Muito comum encontrar em locais onde se tem instalação elétrica, o transformador tem a função de modificar os níveis de tensão e corrente elétrica. Se a alta tensão elétrica que é transmitida pela rede de distribuição chegasse a maiorias dos consumidores, ou seja, casas, prédios ou estabelecimentos comerciais, seria bem provável que os equipamentos elétricos sofressem danos irrecuperáveis. Os transformadores trifásicos entregues por meio da pesquisa realizada na UFPI, em que a função do óleo é de isolar a eletricidade e impedir descargas de energia, eles também contribuem para o resfriamento do material a fim de evitar futuros incêndios.

Captura de Tela 2020-02-20 às 09.23.47.png

Confira mais fotos.

Fim do conteúdo da página