Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias - UFPI > Resultado da seleção de supervisores bolsistas PIBID 2012 campus Parnaíba
Início do conteúdo da página

Abertura do III Congresso Internacional de Atenção Primária à Saúde

Imprimir
Publicado: Sexta, 05 de Maio de 2017, 17h03

01.jpg

Iniciou na noite dessa quinta-feira (04), o III Congresso Internacional de Atenção Primária à Saúde realizado juntamente com o IV Congresso Piauiense de Atenção à Saúde, VI Cescodonto e I Seminário do Mestrado Profissional Saúde da Mulher da Universidade Federal do Piauí (UFPI). O evento é coordenado pelo Núcleo de Estudos, Pesquisa e Extensão em Educação Permanente para o SUS (NUEPES) e pela Universidade Aberta do SUS (UNA-SUS), e segue até o dia 06 de maio.

Durante a abertura oficial do evento, a Coordenadora do Congresso, Profa. Dra. Lis Cardoso Marinho Medeiros, falou sobre o objetivo do evento. “O grande intuito desse evento é reunir profissionais internacionais da área, para trazer conhecimento para nossa comunidade do Brasil, pois é um evento que agrega participantes de todo o país. Assim, os congressistas vão conhecer os fazeres e práticas corretas baseadas em evidências para poder aplicar na prática clínica e, assim, atender melhor os usuários do Sistema Único de Saúde”, explicou.

Presente no evento, o Pró-Reitor de Ensino de Pós-Graduação da UFPI, Prof. Dr. Helder da Cunha, que na ocasião representou o Reitor José Arimatéia Dantas Lopes, ressaltou a importância dos três eventos para a UFPI. “São vários congressos juntos, com um cunho cientifico muito grande. Aproveitem o máximo que puderem, pois são muitos congressistas, palestrantes renomados que vieram aqui para passar todo conhecimento para vocês. Agradecemos também ao Ministério da Saúde, o UNA-SUS, e o Mestrado Profissional de Saúde da Mulher, por ajudarem a realizar um evento dessa natureza. A UFPI possui inúmeros Programas de Pós-Graduação em nível de mestrado e doutorado para capacitar profissionais do nosso estado, e isso com certeza é um orgulho para nós”, explica.

Os eixos principais do evento são temas atuais e que estimulam as discussões sobre a práxis do planejamento em saúde. O Secretário da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (SGETS), Dr. Rogério Luiz Zeraik Abdalla, explicou sobre um dos temas do encontro. “A Atenção Primária é o foco de hoje no Ministério da Saúde. Estamos trazendo saúde onde se necessita dela, assim precavendo e cuidando. Com isso, o Ministério da Saúde está atuando na ponta junto aos necessitados”, declarou.

Para o Secretário de Saúde do Estado do Piauí, Dr. Francisco de Assis de O. Costa,  o evento tem uma importância dentro das discussões de Políticas da Saúde do Piauí. “Esse congresso tem um olhar voltado para a Atenção Primária em Saúde que é o alicerce à base de sustentação de toda programação das políticas públicas que temos de saúde. No cenário atual, não restam dúvidas que o fortalecimento dessa temática é o caminho que deve ser seguido em todas as gestões, e isto é o que estamos buscando fazer no estado. Então, é fundamental trazer temas importantes desse âmbito para ajudar a orientar os profissionais que trabalham nas mais diversas regiões, e orientar também os acadêmicos que estão em processo de formação que futuramente vão atuar nessa área”, disse.

Durante os três dias de evento, os conferencistas nacionais e internacionais apresentarão para discussões trabalhos e estratégias para o Telessaúde e a Telemedicina. Estas apresentações visam ofertar estratégias para desafogar o sistema de Saúde local pela resolução dos problemas de saúde de forma eficaz e descentralizada, qualificar técnicos e profissionais no serviço, dar suporte à ESF com qualidade assistencial e redução de custos com conferencistas nacionais e internacionais.

Segundo o estudante Aldo Rodrigues, da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), o evento traz benefícios para os alunos da área da saúde. “É gratificante participar de um congresso internacional como esse, pois tal envolve a atenção que aborda tantas áreas da saúde como a Fisioterapia, a Psicologia, a Odontologia e a Medicina. Então, é uma forma de engrandecer o repertório de conhecimento dos estudantes, principalmente quando se trata de cuidado com o paciente, visto que, uma assistência mais completa em relação ao paciente gera um bem-estar para ele. Vemos que no Piauí, especialmente na parte do sul, é um pouco precário esse auxilio, porque mais de 80% dos casos de saúde poderiam ser resolvidos com essa assistência primária e essa é uma grande oportunidade de compreender e de saber atuar nesse processo”, finalizou.

08.jpg

Homenagens durante o evento

Fim do conteúdo da página