Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias - Picos > Projeto de extensão leva produtos da agricultura familiar/camponesa para dentro da universidade em Picos
Início do conteúdo da página

Projeto de extensão leva produtos da agricultura familiar/camponesa para dentro da universidade em Picos

Imprimir
Publicado: Quinta, 08 de Setembro de 2022, 11h58 | Última atualização em Quinta, 08 de Setembro de 2022, 14h51

LOGO.jpg

O projeto de extensão “A feira é livre no espaço universitário: aproximando a agricultura familiar ao ambiente acadêmico do Campus Senador Helvídio Nunes de Barros”, vinculado ao curso de Licenciatura em Educação do Campo/ Ciências da Natureza, surgiu a partir da necessidade dos agricultores familiares/camponeses da macrorregião de Picos por espaços para comercialização direta de seus produtos.

A Coordenadora do projeto, Tamaris Gimenez Pinheiro explica que o objetivo principal é o fortalecimento da agricultura familiar/camponesa pela disponibilidade do espaço dentro da UFPI/CSHNB para comercialização dos produtos, além do desenvolvimento e operacionalização de ferramentas tecnológicas que permitiram a ampliação das vendas dos agricultores parceiros para o município de Picos.

Sobre esse segundo ponto, a Coordenadora informa que o projeto conta com o site próprio (https://feiracshnb.cerebrumdev.com/produtos/), criado por meio de parceria com a startup Cerebrum e  com o perfil no Instagram (@feiracshnb).

Na feira se comercializa itens produzidos por meio de técnicas agrícolas ecológica, social e economicamente sustentáveis e justas, cujo princípio norteador é a garantia da soberania alimentar e nutricional com base na agroecologia.

Segundo Tamaris Gimenez, “o foco do nosso projeto é a produção de alimentos fundamentada nos conhecimentos de técnicas agrícolas locais, com destaque ao trabalho desempenhado pelas mulheres, o baixo impacto ambiental pela não utilização de agrotóxicos e insumos químicos, a oferta de grande diversidade de produtos, o uso da mão de obra familiar, a venda direta e o respeito ao consumidor”.

Atualmente participam do projeto cerca de 10 agricultores e tem-se a oferta de mais 150 itens, que variam de acordo com as condições climáticas da região. Os pedidos podem ser feitos diretamente no site do projeto nas segundas e terças-feiras até às 14 horas e retirados mas quintas-feiras, no pátio do CSHNB ou por meio de entrega em domicílio. Além disso, nas quintas-feiras é possível comprar diretamente dos produtores no Campus.

Fim do conteúdo da página