Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias - PARFOR > Cursistas de Geografia realizam pesquisa de campo em Luzilândia
Início do conteúdo da página

Cursistas de Geografia realizam pesquisa de campo em Luzilândia

Imprimir
Última atualização em Quinta, 18 de Agosto de 2022, 11h00

 

Os cursistas de Geografia do polo de Luzilândia do Programa Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (Parfor) da Universidade Federal do Piauí (UFPI) realizaram no sábado (30/07), pesquisa de campo com o objetivo e assim realizar uma análise crítica dos problemas socioespaciais, sociodemográficos, socioambientais e socioeconômicos do espaço urbano da cidade de Luzilândia.

A atividade externa foi realizada no componente curricular Fundamentos de Geografia Humana do Brasil, ministrada pelo Professor Formador Rodrigo Rodrigues, e envolveu também a aplicação de questionários junto aos transeuntes tanto da área central como de um bairro de periferia, situado às margens do Rio Parnaíba, visando à caracterização do perfil sociodemográfico dos residentes, para posterior debate em sala de aula com base nos temas discutidos durante a disciplina.

 

 

O professor Rodrigo Rodrigues explica que apesar da disciplina tratar, de modo geral, dos fenômenos da Geografia Humana do Brasil, uma das categorias centrais para a leitura e interpretação do espaço geográfico é a "escala".

“Desta forma, entender a manifestação dos fenômenos socioespaciais na escala nacional pode e deve ser realizada a partir da "soma" do entendimento e interpretação destes fenômenos nas escalas locais (e supranacionais, também). Assim, a pesquisa de campo, mesmo numa cidade pequena como Luzilândia, nos ajuda a ler a realidade nacional, além, também, da local”, afirma o professor.

A professora Glória Ferro, Coordenadora Institucional do Parfor/UFPI, destacou a relevância da atividade, ressaltando que a contextualização do conteúdo de Geografia possibilita um novo olhar para o meio em que se vive, construindo um aprendizado crítico a partir da realidade cotidiana dos cursistas. Dessa forma, reitera-se a ideia de que o que se aprende em sala de aula tem que ter uma relação direta com a vida cotidiana. A vivência de metodologias mais criativas e inovadoras ajudarão os professores em formação pelo Parfor a qualificar a sua prática docente, reverberando em melhoria da aprendizagem dos alunos das escolas públicas de educação básica, em consonância com o propósito do Programa, enfatizou a coordenadora.

 

Fim do conteúdo da página