Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias - CCHL > Mestrado em Antropologia: resultado dos recursos da prova escrita
Início do conteúdo da página

Laboratório de Geografia e Estudos Ambientais da UFPI divulga análise geoespacial da ocorrência de focos de calor no Piauí

Imprimir
Publicado: Terça, 02 de Junho de 2020, 10h09

A produção técnica “Análise geoespacial da ocorrência de focos de calor no estado do Piauí (2010 a 2019)” é fruto das ações do Laboratório de Geografia e Estudos Ambientais (GEOAMBIENTE) e do Grupo de Estudos em Geotecnologias: pesquisa e ensino (CNPq/UFPI), vinculado à Coordenação do Curso de Geografia (CGEO), do Centro de Ciências Humanas e Letras (CCHL), da Universidade Federal do Piauí (UFPI), neste período de pandemia e distanciamento social.

A produção técnica tem por objetivo a divulgação de estudos elaborados ou coordenados por discentes e docentes do mencionado Laboratório e Grupo de Pesquisa, que possam contribuir para a discussão de temas de interesse acadêmico.

Logo_Modelo3.jpg

Com base nos registros do satélite NOAA 18 (National Oceanic Atmospheric Administration), obtidos no Banco de Dados de Queimadas (BDQueimadas-INPE), constatou-se que houve um considerável número de focos de calor nos anos trabalhados, totalizando 44.907 registros, sendo que as maiores ocorrências se concentraram nos meses de setembro e outubro, destacando-se os municípios piauienses de: Baixa Grande do Ribeiro, Uruçuí, Parnaguá, Santa Filomena, Ribeiro Gonçalves, Morro Cabeça no Tempo, Alvorada do Gurguéia, Currais, Floriano e Curimatá, ou seja, as maiores incidências de focos de calor encontram-se nos setores oeste, sudoeste e sul do estado do Piauí, sobretudo em áreas de abrangência do Cerrado.

Fim do conteúdo da página