Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias - PREX > Termo Aditivo 01 - Normas SEMEX
Início do conteúdo da página

Projetos da UFPI são premiados pelo Programa das Nações Unidas para Desenvolvimento

Imprimir
Publicado: Quinta, 19 de Dezembro de 2019, 09h34

WhatsApp Image 2019 12 19 at 08.20.5420191219104304

Estiveram presentes o Prof. Dr. Alexandre dos Anjos, Profa. Ma. Adriana Galvão, Profa. Dra. Cleânia de Sales Silva, Prof. Dr. Marcos Lira, Prof. Dr. Samuel Nascimento,Técnico Albemerc Moura e o Secretário de Planejamento Antônio Rodrigues

Com o intuito de conhecer e explanar experiências e metodologias de inovação, o Programa das Nações Unidas para Desenvolvimento premiou a Universidade Federal do Piauí (UFPI), por meio de dois grandes projetos, sendo: Aplicação da desidratação de alimentos na agricultura familiar de Teresina e região como ferramenta sustentável para agregar renda – Proponente Ecodrytec; e Energia Solar para bombeamento de água no semiárido piauiense – Proponente Fundação Cultural e de Fomento à Pesquisa, Ensino, Extensão e Inovação (FADEX). O Programa de nível nacional premiou um total de 12 projetos desde a Região Norte ao Nordeste do Brasil.

WhatsApp Image 2019 12 18 at 21.10.2820191219105106

O evento aconteceu na Secretaria de Planejamento do Estado do Piauí

O edital do referido programa foi disponibilizado em novembro de 2019, e recebeu um total de 80 projetos para serem analisados. Foram escolhidos dentre eles os seis preferidos do Estado do Piauí e Amazonas, através de critérios como: alinhamento ao tema, impacto social, replicabilidade da inovação, clareza metodológica da inovação. Cada projeto ganhador recebe uma quantia de 100 mil reais para que tenha maior aprofundamento no desenvolvimento dos respectivos trabalhos. A solenidade aconteceu na quarta-feira (18), na Secretaria de Planejamento do Estado do Piauí (SEPLAM). 

WhatsApp Image 2019 12 19 at 10.39.4920191219105235

Profa. Dra. Cleânia de Sales Silva

A Pró-Reitora de Extensão e Cultura, Profa. Dra. Cleânia de Sales Silva, afirma que a premiação é muito importante para a Universidade, uma vez que dá maior visibilidade à Instituição e reconhece os feitos da mesma. Esta então é a segunda maior premiação que a UFPI recebeu, e tem um valor ímpar, levando em consideração o reconhecimento da mesma, através também da PREXC, com projetos que causam um grande impacto social e visam atender a sociedade independente de renda. Além disso, o prêmio dá a possibilidade de fortalecer a ação desses trabalhos. “Isso representa a possibilidade de cada vez mais fortalecer o desenvolvimento desses projetos, esse valor de 100 mil reais para cada projeto traz a esperança de atender mais comunidades de baixa renda, e isso pode melhorar a vida da população dessas comunidades, e através da Ecodrytec, melhorar ainda a vida dos agricultores”, afirma.

"Essa premiação para nós é sinônimo de reconhecimento pelas ações desenvolvidas pelo Grupo Interdisciplinar de pesquisa em Energia Solar. Nossas ações em prol do desenvolvimento sustentável agora conta com a chancela da ONU.", relata o Professor Doutor Marcos Lira. 

Os dois projetos selecionados da UFPI estão inseridos no Programa Sol Para Todos, que foi lançado pela PREXC em dezembro de 2019, encerrando assim o ano com grandes feitos para a Universidade, e buscando expandir os projetos para as comunidades principalmente de baixa renda a fim de gerar grandes benefícios para as mesmas.

"O prêmio do PNUD é mais do que um reconhecimento, é um estímulo fundamental para que a comunidade acadêmica continue investindo em projetos de impacto social e econômico. Todo o conhecimento produzido na instituição precisa ultrapassar os muros da Universidade através de ações de   inovação e extensão. O projeto premiado nesta ocasião é um exemplo de  sucesso, porque resulta de uma aplicação eficaz na comunidade dos resultados do Grupo Interdisciplinar de Pesquisa em Energia Solar do Piauí. A FADEX, como fundação de apoio da UFPI, parabeniza todos os envolvidos nesta ação exemplar.", afirma o Professor Doutor Samuel do Nascimento. 

Saiba mais sobre cada projeto:

Aplicação da desidratação de alimentos na agricultura familiar de Teresina e região como ferramenta sustentável para agregar renda – Proponente Ecodrytec: aplicação de desidratação de alimentos em Teresina e região como ferramenta sustentável, buscando diminuir os níveis de desperdício e agregar renda à população, valorizando a agricultura familiar. A empresa tem como princípio a utilização de energias renováveis no processo de produção, e os desidratadores são totalmente movidos pela energia solar ou Biogás (para quando não há sol).

Energia Solar para bombeamento de água no semiárido piauiense – Proponente Fundação Cultural e de Fomento à Pesquisa, Ensino, Extensão e Inovação (FADEX): difusão do uso de sistemas fotovoltaicos de bombeamento destinados à irrigação em localidades do semiárido piauiense não atendidas por energia elétrica, por meio do monitoramento do desempenho do sistema, capacitação dos recursos humanos das localidades a fim de se tornarem aptas a fazerem a manutenção do sistema, contribuição com a popularização da ciência e tecnologia no âmbito das energias renováveis no meio rural e disponibilização de novos modelos de mecanismos voltados para a agricultura familiar, favorecendo a melhoria das condições de vida das populações atendidas.

Confira aqui mais fotos.

Créditos das fotos: Paulo Barros, Cristiane Pinheiro, Mario Jorge.

Fim do conteúdo da página