Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Pesquisa
Início do conteúdo da página

Pesquisa

Publicado em 12-09-2016

A Pró-Reitoria de Pesquisa (Propesq) é responsável pela coordenação e acompanhamento das atividades de pesquisa, visando gerar ou ampliar conhecimentos científicos relacionados à realidade local, regional e nacional, contribuindo para seu desenvolvimento sustentável.

Vários projetos de pesquisa vêm sendo desenvolvidos em áreas estratégicas da Ciência, Tecnologia e Inovação, envolvendo áreas temáticas como: Biotecnologia e Nanotecnologia, Tecnologias de Informação e Comunicação, Tecnologias de Alimentos, Biocombustíveis, Agronegócio, Biodiversidade e Recursos naturais, Arqueologia e Insumos para Saúde.

Para o aluno de graduação, a Propesq disponibiliza os seguintes programas de iniciação científica: Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC), Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) nas Ações Afirmativas (AF) e o Programa de Iniciação Centífica Voluntária (ICV), além do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI), fomentadas pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, do Ministério de Ciência e Tecnologia (CNPq) e pela própria Universidade.

  • Bolsas de Iniciação Científica

Tem por objetivo incentivar a inserção do aluno de graduação no âmbito da pesquisa científica, por meio do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC), na forma de participação em projetos vinculados a professores doutores integrantes de grupos de pesquisa. A UFPI disponibiliza quatro modalidades de bolsas: PIBIC/UFPI, PIBIC/CNPq, PIBIC/UFPI nas AF, e PIBIC/CNPq nas AF, cujo processo seletivo é realizado por meio de edital, lançado de acordo com o Calendário Universitário.

  • Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação

A partir de 2008, a UFPI ingressou no Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI) do CNPq, que tem por objetivo incentivar a inserção do aluno de graduação no âmbito da pesquisa tecnológica, por meio do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI), na forma de participação em projetos vinculados a professores doutores integrantes de grupos de pesquisa. Atualmente a UFPI disponibiliza 30 bolsas nas modalidades PIBITI (CNPq e UFPI), no

valor de R$ 360,00, cujo processo seletivo é realizado por meio de edital, lançado de acordo com o Calendário Universitário.

As bolsas de iniciação tecnológica - PIBITI serão concedidas por quotas às Instituições de ensino e/ou pesquisa (públicas, privadas, confessionais e comunitárias) que atuam na área tecnológica e de inovação; que mantêm comprovada interação com empresas e/ou com a comunidade; e cujos bolsistas devam participar de projetos vinculados a empresas e/ou organizações.

  • Requisitos e Compromissos do bolsista nos Programas PIBIC e PIBITI

• Ser estudante regularmente matriculado em curso de graduação; No caso do PIBIC nas Ações Afirmativas, ser aluno da graduação cuja inserção no ambiente acadêmico se deu por uma ação afirmativa no vestibular;

• Não ter vínculo empregatício e dedicar-se integralmente às atividades acadêmicas e de pesquisa;

• Ser selecionado e indicado pelo orientador;

• Estar recebendo apenas esta modalidade de bolsa, sendo vedada a acumulação com outras bolsas do CNPq ou de outras Instituições;

• Executar o Plano de Trabalho aprovado, sob a orientação do pesquisador;

• Apresentar, em caráter individual, resultados preliminares de seu Plano de Trabalho na forma de Relatório Parcial e resultados conclusivos no Relatório Final, que serão apresentados no SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA ou SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICA E INOVAÇÃO DA UFPI.

• Fazer referência à sua condição de bolsista do CNPq ou UFPI nas publicações e trabalhos apresentados.

• Devolver ao CNPq ou UFPI, em valores atualizados, mensalidades recebidas indevidamente, caso os requisitos e compromissos assumidos não sejam cumpridos.

  • Iniciação Científica Voluntária (ICV)

• Ser estudante regularmente matriculado em curso de graduação;

• Ser selecionado e indicado pelo orientador;

• Executar o Plano de Trabalho aprovado, sob a orientação do pesquisador;

• Apresentar, em caráter individual, resultados preliminares de seu Plano de Trabalho na forma de Relatório Parcial e resultados conclusivos no Relatório Final, que serão apresentados no SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA ou SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICA E INOVAÇÃO DA UFPI.

• Fazer referência à sua condição de integrante do Programa ICV nas publicações e trabalhos apresentados.

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página