Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias - UFPI > UFPI discute implantação da disciplina de música em escolas estaduais
Início do conteúdo da página

Universidade Federal do Piauí é referência em pós-graduação

Imprimir
Publicado: Quarta, 07 de Março de 2012, 11h09

A Universidade Federal do Piauí se firmou não só como a principal instituição de ensino superior do estado, mas também como referência no ensino de pós-graduação. Atualmente com mais de 40 cursos de pós-graduação, a UFPI forma mestres e doutores em Teresina e no interior do Piauí.

A extensa lista conta com 18 cursos de pós-graduação em nível de doutorado (entre doutorados institucionais, interinstitucionais e em rede); e 31 cursos de pós-graduação em nível de mestrado; além de Residência Médica. Todos os anos a CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) lança edital para envio de novos projetos de programas de pós-graduação. Ano passado, a UFPI bateu recorde: foram 17 projetos submetidos à avaliação, entre mestrados e doutorados. Para 2012, a UFPI enviou sete pedidos de cursos de pós-graduação, sendo cinco novos mestrados e dois doutorados. Antes de 2004, a UFPI só contava com 9 mestrados e nenhum curso em nível de doutorado.

Além dos cursos tradicionais, a instituição também disponibiliza de 2 doutorados em rede, como o RENORBIO (Rede Nordeste de Biotecnologia), formado por uma rede de 28 universidades do Nordeste, e o doutorado em Meio Ambiente.

O Pró-Reitor de Pesquisa e Pós Graduação da UFPI, Professor Dr. Saulo Brandão, explica que boa parte dos pós-graduandos é formada por alunos que recém-saíram da graduação e ainda estão sem emprego; dos quais pelo menos 80% são atendidos com bolsas de R$1.200,00 por mês. "São 336 bolsas por ano e, além disso, alguns alunos conseguem bolsas de outros programas, como através do CNPq e da CAPES", diz o professor Saulo. "A vantagem da bolsa é que o aluno pode se dedicar exclusivamente à pesquisa, não precisa trabalhar; isso tem um impacto imenso na economia do estado e na qualidade da pesquisa do aluno".

Há ainda o Plano de Capacitação Interna, um programa que existe desde 2009 e oferece vagas exclusivas para os servidores da UFPI. "Os servidores não disputam diretamente com os alunos, somente entre si, mas o nível da prova é o mesmo", diz o professor.

Os alunos da pós-graduação contam com laboratórios aparatados com equipamentos de ponta. "Não há equipamentos de ponta que não tenhamos ou estejamos buscando", afirma Saulo. "Por exemplo, atualmente estamos pleiteando um Microscópio Eletrônico de Transmissão, no valor de 3 milhões de reais e que exige manutenção de 200 mil por mês". Além da alta tecnologia empregada nos laboratórios de pesquisa, a pós-graduação também conta com um bloco exclusivo somente para as aulas dos cursos de mestrado e doutorado no Centro de Ciências da Natureza (CCN); ao passo que prédios especiais para a pós-graduação no CCE e no CCHL já estão em construção e devem ser concluídos ainda este ano.

 

Fim do conteúdo da página