Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias - UFPI > PREX divulga resultado de análise de inscrições para o CCLIC
Início do conteúdo da página

Mestrado Profissional em Saúde da Mulher inicia processo de Internacionalização

Imprimir
Publicado: Quarta, 13 de Novembro de 2019, 17h32

O PMPSM (Programa de Mestrado Profissional em Saúde da Mulher) da Universidade Federal do Piauí (UFPI) deu início ao seu processo de internacionalização. O Mestrado receberá uma disciplina especial intitulada “Políticas Públicas” e um pós-doutorado a ser realizado ano que vem pelo Dr. Ludovic Reveiz, consultor da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS).

lis e ludovic.jpg

 Dr. Ludovic Reveiz e a Profa. Dra. Lis Marinho Medeiros

As tratativas preliminares para internacionalização aconteceram quando a representante do Núcleo de Estudos Pesquisa e Extensão em Educação Permanente para o SUS (NUEPES) e do PMPSM, Profa. Dra. Lis Marinho Medeiros estava em estágio para Capacitação Docente em Washington (EUA).

De acordo com a professora, durante o período de estágio, ela participou de atividades na maior Biblioteca de Medicina do Mundo onde é gerado a base dados Pubmed e realizou as primeiras ações visando à internacionalização do Programa. “O Dr. Ludovic Reveiz tem vasta experiência em Medicina baseada em evidência, o que contribuirá com o projeto do NUEPES para reduzir a Mortalidade Materna no estado do Piauí. A parceria tem o apoio da BIREME e do Dr. Jorge Barreto da FIOCRUZ Brasília”, explica.

lis marinho.jpg

Profa. Dra. Lis Marinho Medeiros

Sobre a OPAS

A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) foi fundada em 1902, sendo a mais antiga agência internacional de saúde pública do mundo e trabalha para melhorar a saúde e o bem-estar das pessoas nas Américas.

A missão da OPAS é prestar cooperação técnica e assessoria para os seus Estados membros e outros parceiros a fim de promover a equidade em saúde, combater doenças e melhorar a qualidade de vida dos povos das Américas.

A Organização está empenhada em fornecer o mais alto nível de suporte técnico e liderança para os Estados membros da OPAS, como atingir a sua meta de 'Saúde para Todos'. Além disso, também serve como o Escritório Regional para as Américas da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Fim do conteúdo da página