Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias - UFPI > PROPESQ recebe Rede Pense Piauí para discutir projeto que viabilize eventos na área da matemática no estado
Início do conteúdo da página

Reitor da UFPI participa da XXII Olimpíada Ibero-Americana de Química

Imprimir
Publicado: Segunda, 09 de Outubro de 2017, 14h08

WhatsApp Image 2017 10 09 at 17.32.11

Da esquerda para a direita: Prof. Fabiano Gomes (UFRN, Observador), Sérgio Melo (chefe da delegação), Celso Soares, Lígia Toscano, Ivna Gomes e João Victor Pimentel (estudantes) e o Prof. Dr. José Arimatéia Dantas (Mentor).

O Reitor da Universidade Federal do Piauí (UFPI), Prof. Dr. José Arimatéia Dantas Lopes participa da XXII Olimpíada Ibero-Americana de Química. O evento começou neste domingo (08), e segue até o dia 15 de outubro (domingo), na cidade Lima, Peru. A solenidade de abertura do evento aconteceu nesta manhã (09).

A Olimpíada de Química Ibero-Americana (OIAQ) é uma competição anual de química internacional para estudantes pré-universitários que começou na Argentina em 1995. Esta competição nasceu com a intenção de alcançar os padrões internacionais de qualidade da Ibero-America no ensino de ciências químicas. O OIAQ oferece um espaço para uma competição e interação saudáveis ​​entre os jovens dos países da região, a fim de compartilhar experiências e promover o estudo da química.

WhatsApp Image 2017 10 09 at 12.32.01

Professor José Arimatéia e equipe brasileira durante abertura da OIAQ

“Desde o ano 2000 que participo como mentor da Olimpíada Internacional de Química e da Olimpíada Ibero-Americana de Química. Continuo participando desse projeto, olimpíada que é algo que tenho uma paixão e que venho fazendo muito antes de ser reitor e vou continuar fazendo depois de sair da reitoria. Sou Vice-Coordenador Nacional do Programa Olimpíada Brasileira de Química e integrante dos Júris da Olimpíada International Chemistry Olympiad e da Iberoamericana de Química”, explica o professor José Arimatéia.

O evento conta com a participação de 18 países: Espanha, Portugal, México, Guatemala, El Salvador, Honduras, Costa Rica, Panamá, Cuba, Colômbia, Venezuela, Brasil, Chile, Uruguai, Paraguai, Bolívia, Equador e Peru, cada um com 4 alunos , escolhidos entre os melhores do seu país, e dois professores.

É a segunda vez que o Peru organiza uma Olimpíada de Química Ibero-Americana (a primeira foi em 2005). A proposta veio de membros do Comitê Permanente do Peru Chemistry Olympiad e foi aprovado pela Pontifícia Universidade Católica do Peru (PUCP), como parte dos eventos relacionados com o 100º aniversário desta universidade.

Confira mais informações aqui.

Fim do conteúdo da página