Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias - PARFOR > Trabalhos de coordenadores do Parfor/UFPI são aprovados em evento nacional
Início do conteúdo da página

Fórum reivindica a continuidade do PARFOR

Imprimir
Publicado: Sexta, 06 de Abril de 2018, 16h39

Um grupo de quatro professores vinculados ao PARFOR/UFPI está representando a instituição na 7ª reunião nacional do FORPARFOR - Fórum de Coordenadores Institucionais do PARFOR - que acontece de 4 a 6 de abril na Universidade Federal do Pará, em Belém. A delegação é composta pelos professores Glória Ferro (Coordenadora geral), João Benvindo (Coordenador do curso de Letras-Português), Maraisa Lopes (Coordenadora do curso de Letras-Libras e Coordenadora Geral de Graduação/PREG) e Bartira Viana (Coordenadora do curso de Geografia).

parfordestaque20180406155214

Professores vinculados ao PARFOR/UFPI

O evento discute os rumos do PARFOR (Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica), programa criado pelo governo federal em 2009 com o objetivo de qualificar os professores da educação básica que não possuem licenciatura ou que são licenciados, porém, ministram aulas em áreas diferentes da sua formação. Nos últimos oito anos, o PARFOR conseguiu qualificar cerca de 80 mil professores, sendo sua maioria nas regiões Norte e Nordeste do país.

Dados publicados pelo MEC em outubro de 2017 mostram que o Brasil possui 2.196.397 professores atuando na Educação Básica. Destes, 589.508 (26,83%) ainda não possuem licenciatura. Apesar dos números, o governo federal tem sinalizado, desde o ano passado, para extinção do PARFOR. Em seu lugar, seria criado o PROFIC – Programa de Formação Inicial e Continuada para professores da Educação Básica. Até agora, no entanto, o PROFIC não foi criado oficialmente e não possui nenhuma regulamentação.

No início de 2018, a Capes, através da Plataforma Freire, abriu inscrições para sondagem da carência de formação em nível de graduação e pós-graduação dos professores da Educação Básica. Mesmo com as falhas no funcionamento da plataforma, 3.252 professores do Piauí manifestaram o desejo de realização de graduação e 1.928 demonstraram interesse na pós-graduação. Até o momento, as IES que executam o programa no Piauí (UFPI, UESPI e IFPI) aguardam uma definição sobre a abertura de novas turmas.

O Fórum realizado em Belém reúne cerca de cem professores representando Instituições de Ensino Superior de todo o país. Na pauta está a avaliação dos resultados alcançados pelo programa e a realização de ações que garantam a sua continuidade, bem como discussão sobre a Base Nacional Comum Curricular no contexto das políticas para a Educação Básica e a política nacional de formação de professores. O Prof. Carlos Lenuzza (Diretor da DEB/CAPES/MEC), convidado para a palestra de abertura, não compareceu ao evento.

gloria tratado20180406163729

Fim do conteúdo da página