Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > História
Início do conteúdo da página

História da FM Universitária

Publicado em 05-01-2017

Histórico da Radio

A trajetória para implantação da Rádio FM Universitária, 96,7 inicia em 10 de outubro de 2005 quando a Empresa Brasileira de Comunicação – Radiobrás – por meio do convênio RDB/DIJUR/N.054/2005, autoriza a Universidade Federal do Piauí a estabelecer as condições de operações dos serviços de radiodifusão de sons. Desde então, a comunidade acadêmica, em especial a Administração Superior, servidores e professores da Universidade Federal do Piauí não mediram esforços a fim de concretizar o projeto.

Com a criação da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), em 2007, a empresa corresponde à união do patrimônio da Empresa Brasileira de Comunicação (Radiobrás) e da Associação de Comunicação Educativa Roquette Pinto (Acerp), a FM Universitária passa a estar ligada a EBC.

No final de 2008, com o prefixo ZYX 844, a Rádio FM Universitária, 96,7 MHz, inicia as transmissões em fase experimental, tendo como equipe inicial, o professor Paulo Henrique Gonçalves de Vilhena Filho, diretor da Rádio e Renato Basílio Soares, diretor de programação.

Em 2009, se junta à equipe o operador de áudio, João Gualberto Pires de Castro. Neste momento, a programação era eminentemente de musica e uns poucos programas institucionais capturados da rede. Atingindo um raio que compreende toda a área da Grande Teresina (e até mesmo outras cidades, como Timon do vizinho estado do Maranhão) a emissora fazia àquela época os ajustes técnicos mais importantes relativos à instalação-manutenção técnica de sua infraestrutura operacional, estrutura de geração-recepção-transmissão e estrutura de programação artístico-musical, a se preparar aos futuros projetos e programas a partir dali possíveis de executar.

No começo de 2011, integram-se a equipe Francisco Alves de Sousa Filho, responsável técnico pela manutenção, Ricardo Sousa Lima, diretor de programação, em substituição a Renato Basílio Soares, falecido em 28/02/2012, Justino Figueiredo Barbosa, técnico administrativo, Maria de Lourdes Oliveira – secretária-executiva e Augusto Cesar Silva, serviços gerais. Na primeira seleção de estagiários foram selecionados os alunos do curso de Comunicação Social – habilitação Jornalismo, João Paulo Santos Mourão, Dalila Cristina Silva Pereira, Nayra Macedo,(locutores) Jorge André Paulino de Sousa, Pablo Felipe Cavalcante (produtores) para ajudar a montar a grade de programação e criar programas para emissora.

Em 09 de setembro de 2011, tendo como reitor Luiz de Sousa Santos Junior e Paulo Vilhena de Gonçalves Filho como diretor, o prédio da Radio Universitária foi inaugurado em uma cerimônia transmitida ao vivo. O descerramento da placa foi feito em conjunto pelo reitor, pelo diretor da rádio, pelos reitores das universidades federais do Ceará e Rural de Pernambuco, professores Jesualdo Farias e Valmar Correa de Andrade, representando todos os reitores que se encontravam em Teresina participando do Encontro de Reitores do Nordeste, e por Deusdeth Nunes – o Garrincha. A data marcou também fim da fase experimental.

Segundo, o então reitor, Luiz Júnior, “A rádio é mais um sonho que nossa equipe está realizando. É uma rádio pública-acadêmica. Aqui, vamos formar da melhor maneira possível nossos alunos, dando melhores condições para que nossos professores ensinem os alunos, formando profissionais mais qualificados para competir no mercado." Na ocasião, o professor mestre Paulo Vilhena falou sobre a programação da rádio "teremos programas diários como a 'Revista Universitária' com notícias relacionadas aos serviços prestados pela UFPI. E a partir de outubro, através de uma parceria com a Empresa Brasil de Comunicação, a rádio terá 3 horas em rede com a Rádio Nacional de Brasília, transmissão de várias campanhas institucionais e músicas de qualidade".[i] (Fonte: http://www.ufpi.br/noticia.php?id=19760)

“Revista Universitária” foi o primeiro programa produzido na FM Universitária, comandado por João Paulo Santos Mourão e Dalila Cristina Silva Pereira, foi ao ar pela primeira vez em 06/10/2011. No inicio, em sua fase laboratorial era gravado e contava com auxilio dos alunos de Laboratório Avançado de Radiojornalismo. Neste momento era veiculado duas vezes por semana. Universitária Esportiva estreou em 06/02/2012, sendo o primeiro programa diário e ao vivo da emissora, inicialmente a equipe era composta por Nayra Alves de Macedo, Neyla Rego Monteiro e Emanuele Madeira Sobrinho, o projeto contou com o apoio de Renato Basílio Soares e Ricardo Sousa Lima. Em 02/03/2012, entra no ar o terceiro programa, Gira Poesia, uma proposta do grupo “ Sociedade dos Poetas Porvir”, comandado por André Café, Dalila Cristina Silva Pereira e Jorge Andre Paulino de Sousa . Em maio de 2012 a proposta de um programa que tratasse de cultura pop que tratasse sobre cinema, musica e HQ resultou no “Microfonia”. Idealizado por Pablo Cavalcante e Caio Brandão, a equipe inicial além dos dois idealizadores contou com Filipi Cloud, Waldemar Morais, Lísia Alexandre e Clariana Alves.

Neste primeiro momento o sistema de planejamento da rádio foi embasado na filosofia de “rádio escola” ou “rádio experimentação”, isto é, a filosofia de que o meio universitário é fonte precursora de talentos profissionais e inovações na área, merecendo liberdade de criação e elaboração de estratégias de gestão dos processos comunicacionais – haja vista a acumulada demanda reprimida na área em nossa realidade acadêmica. Os últimos três anos representaram o período de teste de aptidão e maturação da experiência com a rádio universitária. Até então, os testes, as experiências, os estágios, o ensino-aprendizagem profissional de estudantes em jornalismo se davam de forma precária e improvisada.

Atualmente, a Rádio Universitária está vinculada a Superintendência de Comunicação da UFPI, dirigida pela professora doutora Jacqueline Lima Dourado. Desde 02 de setembro de 2013 está sob a direção do professor doutor Paulo Fernando de Carvalho Lopes.

Neste momento a FM Universitária está em fase de reelaboração da sua proposta sem perder de vista a relação com o Curso de Comunicação Social. A programação abrange o jornalismo, as artes, o apoio cultural e a realização de programas e projetos de acordo com o interesse da universidade, dos universitários e seu público de interesse. De sorte que professores, servidores e colaboradores/promotores da área artístico-cultural têm demandado propostas e solicitações de serviços educativos, musicais e culturais à emissora – sublinhe-se aí dentre os pertencentes ou congêneres a administração superior da UFPI, as pró-reitorias, Ouvidoria, os Campi, os Centros de ensino, os colégios técnicos, os polos de Educação à Distância, o Departamento de Comunicação Social, a Associação dos Docentes da UFPI, o Sindicato dos Trabalhadores da UFPI, o Diretório Central dos Estudantes e Centros Acadêmicos, os Grupos, Núcleos e/ou Projetos de Ensino, Pesquisa, Extensão, Inovação, Responsabilidade Social e Internacionalização, além de toda a requisição advinda de entes públicos e comunidade em geral.

 


[i] Outras informações sobre a inauguração da rádio acesse:

http://www.ufpi.br/noticia.php?id=19760

http://www.acessepiaui.com.br/geral/r-dio-ufpi-inaugura-nesta-sexta-com-presen-a-de-reitores/23699.html

http://www.meionorte.com/video/geral/reitor-da-ufpi-inaugura-radio-universitaria-5823.html

http://180graus.com/noticias/ufpi-inaugura-radio-universitaria-fm-ufpi-967-mhz-455991.html

http://portaldifusora.com/portal/noticia.php?id=15186

http://ufpinoticias.blogspot.com.br/2011/09/reitor-inaugura-radio-universitaria-mas.html

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página