Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias - UFPI > PPGEnf realiza I Seminário Regional de Sífilis - SERES, II Fórum Regional sobre HIV e Hepatite B e a II Mostra de trabalhos científicos sobre infecção, e II Reunião da RENAIDST
Início do conteúdo da página

Praça Teresa Helena Castelo Branco Napoleão é inaugurada na UFPI

Imprimir
Publicado: Quinta, 26 de Abril de 2012, 07h52

Em solenidade marcada pela emoção e lembranças, foi inaugurada na noite desta quarta-feira (25), a Praça Teresa Helena Castelo Branco Napoleão do Rêgo, no Campus Petrônio Portella da Universidade Federal do Piauí, em Teresina. O novo espaço leva o nome de uma servidora que por quase 20 anos trabalhou na instituição.

Familiares e amigos da homenageada, professores, técnicos administrativos e estudantes, prestigiaram a solenidade que teve início com a apresentação do Grupo Sinos de Teatro, formado por alunos do curso de Artes Visuais e Música da UFPI. O grupo encenou a peça "Dona Flor e Seu Único Futuro Marido", que arrancou várias gargalhadas do público.

Na sequência, o reitor Luiz de Sousa Santos Júnior, junto com o viúvo da homenageada Herbert Costa Napoleão do Rêgo e do irmão Antonio Manoel Gayoso Almendra, fizeram o descerramento da placa inaugural.

Em um discurso bastante emocionado um dos ex-reitores da UFPI, Charles Carvalho Camilo da Silveira, falou de sua admiração, carinho e respeito por Teresa Helena Napoleão, que durante a sua gestão foi chefe de gabinete, permanecendo no cargo na gestão seguinte do Prof. Dr. Pedro Leopoldino. "Ela foi uma servidora muito competente e tinha compromisso com a instituição. Sou muito grato por ela ter conseguido me ajudar a administrar nos anos em que fui reitor da UFPI. Esta é uma homenagem feliz e oportuna, já que ela era muito preocupada em manter essa área preservando o verde e as árvores frutíferas. O espaço tem a cara dela", disse.

O irmão de Teresa Helena, Prof. Antonio Manoel Gayoso Almendra Castelo Branco Filho, representou a família da homenageada e lembrou do tempo em que trabalhou na instituição junto com a irmã. "Sua vida pessoal e horários se misturavam à vida de servidora pública. Hoje, vejo que ela está aqui de novo", disse ele se referindo a Praça e agradeceu ao reitor e ao Conselho Universitário da UFPI pela homenagem.


Estavam presentes três das quatro filhas da ex-servidora da UFPI: Natália, Ana Teresa e Gabriela, entre outros familiares.

O reitor Luiz Júnior lembrou da convivência que teve com Teresa Helena e das suas orientações quando foi vice-reitor. "Ela me orientou nos momentos mais difíceis, quando eu já planejava a expansão da UFPI e um de seus pedidos foi manter essa área em frente a reitoria preservada, espaço que ela ajudou a construir na administração do professor Anfrísio Neto Lobão Castelo Branco. Então esse espaço tem a cara da alegria, a cara de dona Teresa Helena. É com muito orgulho que entregamos essa praça e esperamos que a comunidade faça dela um espaço de convivência."

A obra da Praça Teresa Helena Castelo Branco Napoleão do Rêgo, contou com investimento na ordem de R$ 339.335,65, provenientes de recursos próprios da UFPI. O novo espaço conta com um coreto e uma área de apoio com um depósito, 2 banheiros masculinos, 2 banheiros femininos e 2 banheiros para portadores de necessidades especiais. O estacionamento também foi ampliado e o mais novo espaço de convivência da universidade conta com um projeto especial de paisagismo e urbanismo.

A solenidade de inauguração contou ainda com a apresentação do Coral da UFPI sob a regência do maestro Aurélio Melo, apresentando ao público duas canções de Luiz Gonzaga, em uma homenagem ao centenário do Rei do Baião. As apresentações culturais foram encerradas com a Companhia Luzia Amélia de Dança.

Sobre a homenageada

Teresa Helena Castelo Branco Napoleão do Rêgo nasceu em Teresina no ano de 1957.

Foi admitida na UFPI em abril de 1978, no cargo de Secretária Administrativa, sendo lotada inicialmente no Centro de Ciências Agrárias de 1978 e 1986; depois foi lotada na mesma função na Procuradoria Jurídica de 1986 e 1993.

Em abril de 1994, assumia a Chefia de Gabinete do reitor. Em 2002, foi auditora interna da UFPI depois exerceu o cargo de assessora especial do reitor e sua trajetória na UFPI foi interrompida quando estava lotada na Pró-Reitoria de Extensão, em 2010, ano de seu falecimento.

 

 

Fim do conteúdo da página