Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias - UFPI > Coordenadora do Curso de Enfermagem de Floriano participa do Programa Hora do Enem, da TV Escola
Início do conteúdo da página

1ª Defesa de Tese de Doutorado do PPG em Ciência e Engenharia dos Materiais

Imprimir
Publicado: Quinta, 13 de Dezembro de 2018, 10h15

A primeira Defesa de Tese de Doutorado do Programa de Pós-Graduação em Ciência e Engenharia dos Materiais (PPGCM), da Universidade Federal do Piauí (UFPI), será realizada no dia 23 de janeiro de 2019, às 14h30, no Auditório do Programa de Pós-Graduação em Ciência e Engenharia dos Materiais. O doutorando Ferdinando Marco Rodrigues Borges possui graduação em Engenharia Mecânica pela Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), mestre em Engenharia de Materiais pelo Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA) e doutorando em Ciência e Engenharia dos Materiais na Universidade Federal do Piauí (UFPI), atuando em Nitretação a Plasma de Materiais Metálicos, sob a orientação do Prof. Dr. Rômulo Ribeiro Magalhães de Sousa.

O doutorando Ferdinando Borges realizou o Exame de Qualificação de Tese de Doutorado em março de 2018 com apenas 32 meses de curso e a defesa será realizada com 6 meses de antecedência do prazo previsto de 48 meses, além disso, o mesmo encontra-se com um artigo aceito e outro submetido, conforme exigências do PPG em Ciência e Engenharia dos Materiais para realizar sua Defesa de Tese de Doutorado.


Qualificação de Tese realizada em março de 2018

"NITRETAÇÃO A PLASMA DE JUNTAS SOLDADAS DE AÇOS SUPERDUPLEX" é o título da tese de doutorado que será defendida. O pesquisador é o primeiro da turma de 2015.2 a realizar a defesa de doutorado do PPGCM, que possui sua banca composta pelos Professores Doutores: Rômulo Ribeiro Magalhães de Sousa (UFPI), Valdemar Silva Leal (IFMA), José Ribeiro Dos Santos Júnior (UFPI), Eden Santos Silva (IFMA), José Francisco Dos Reis Sobrinho (IFPI), André Pereira Santana (IFMA) e tendo como suplente o Professor Dr. Francisco Cardoso Figueiredo (UFPI). 

A tese faz um estudo na região da solda de um aço inoxidável muito utilizado em plataformas petrolíferas e indústrias petroquímicas. Sabe-se que os aços inoxidáveis não possuem propriedades de desgaste apreciáveis. Pode-se verificar isto em desgastes consideráveis causados pelo atrito entre cabos — que levam ferramentas para o interior de poços — ou materiais rochosos. Utiliza-se um tratamento chamado nitretação a plasma para melhoria da propriedade citada acima. A nitretação proporciona uma camada superficial com excelente resistência ao desgaste e sem perda significativa na resistência à corrosão. Neste trabalho, duas técnicas de nitretação a plasma foram utilizadas nas temperaturas de 400 °C e 450 °C por 5 (cinco) horas: a nitretação convencional (NC) e nitretação com gaiola catódica (NGC). A principal diferença entre as duas técnicas é que com o uso da gaiola catódica, os átomos são “arrancados” da superfície da gaiola e se combinam com o gás reativo na atmosfera do plasma, formando compostos que se depositam na superfície da amostra, e na nitretação convencional a ejeção dos átomos ocorre na própria amostra. Com o aumento da temperatura do tratamento para 450 °C, os percentuais nos valores médios de dureza aumentaram em 233 % na NC e 330 % na NGC. Além das amostras nitretadas em gaiola catódica exibirem maiores valores de microdureza que o tratamento convencional, estes também foram mais uniformes.

Fim do conteúdo da página