Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias - UFPI > Reitor visita novas instalações do curso de Medicina em Parnaíba
Início do conteúdo da página

Alunos estrangeiros em vulnerabilidade socioeconômica recebem cestas com produtos da agricultura familiar

Imprimir
Publicado: Quarta, 29 de Julho de 2020, 19h12

Por conta da suspensão das atividades presenciais na UFPI, os itens da agricultura familiar contratados para abastecer os RUs de Teresina a partir de março e que ainda não eram entregues, passaram a compor as cestas

 WhatsApp Image 2020-07-27 at 17.19.50.jpeg

Empreendedores rurais entregam na UFPI itens como melancia, banana, mamão, folhagens, além de carne de aves

Cerca de 30 alunos estrangeiros em convênio com a UFPI, que não conseguiram retornar a seus países por conta da  pandemia, passaram a receber alimentos da agricultura familiar nas cestas entregues pela Assistência Estudantil da Universidade, a cada 15 dias.

Os alimentos são adquiridos de 12 empreendedores rurais da Região da Grande Teresina, como Campestre, Cerâmica Cil, Soim, Ave Verde, entre outros, contratados pela UFPI para oferecer ao todo 19 tipos de alimentos entre frutas, folhagens, legumes, além de frango/galinha para abastecer os RUs do Campus da Capital por um período de 12 meses.

A compra dos gêneros alimentícios ocorreu pela Chamada Pública 01/2019, promovida pela Pró-Reitoria de Administração (PRAD), por meio da Comissão Permanente de Licitação, em uma ação integrada com a gestão do Restaurante Universitário, com apoio da PROPLAN. O recurso de aproximadamente R$ 1,2 milhão vem do Programa Nacional de Assistência Estudantil ( PNAES), destinado à compra de alimentos.

 

WhatsApp Image 2020-07-27 at 17.19.48.jpeg

Alimentos frescos entregues aos RUs do Campus de Teresina

Exigência Legal - A aquisição dos itens alimentares atende ao Decreto Federal nº 8.473/2015, que determina aos órgãos federais (administração direta e indireta) a exigência de destinar no mínimo 30% dos recursos aplicados na aquisição de alimentos para a compra de produtos da agricultura familiar. A Coordenação de Nutrição Dietética dos RUs atuou no levantamento dos itens necessários para abastecer parte da demanda de alimentos dos Restaurantes de Teresina, para compor a oferta de até 6 mil refeições diárias, usualmente fornecidas durante o período regular da Universidade, explica a Nutricionista Sueli Teixeira, Coordenadora dos RUs da UFPI.

 WhatsApp Image 2020-07-29 at 18.41.19.jpeg

Nutricionista Sueli Teixeira, Coordenadora dos RUs da UFPI

“Solicitamos os empenhos no final de 2019, foram autorizados em fevereiro deste ano, e no mes de março, quando a instituição ia começar a solicitar as entregas dos alimentos pelos agricultores, veio a pandemia e a suspensão das atividades presenciais na UFPI”, explica a Nutricionista Sueli Teixeira. “Recentemente, um representante dos empreendedores rurais nos procurou para saber quando poderiam começar a entrega dos alimentos, e tivemos a ideia de receber esses gêneros para formar as cestas já distribuídas aos alunos estrangeiros desde o início da pandemia”, explica.

Em março de 2020, ficou estabelecido que as comunidades contratadas realizariam as entregas duas vezes por semana, mas, com a pandemia e a suspensão das atividades presenciais também nos RUs, nada havia chegado à Universidade até a ideia de usar os alimentos para rechear as cestas aos estudantes estrangeiros, cuja inclusão de itens da agricultura familiar iniciou dia 24 de julho.

“Os empreendedores contemplados fornecem uma quantidade variada de itens, mas ainda assim não é suficiente para abastecer os 30% da enorme demanda de alimentos para suprir os RUs, conforme determina o Decreto. Mas, nada impede que ao longo de 2021 possamos realizar mais de uma chamada pública para atingir esses 30%, porque 2020 está sendo um ano muito atípico por conta da Pandemia.”, declara Sueli.

Assistência a alunos estrangeiros  - Em período regular, a Universidade já fornece a alimentação desses estudantes, em função do convênio, e, com a situação da Pandemia, a Pró-Reitoria de Assistência Estudantil foi procurada pela Assessoria Internacional para acolher de forma especial esses alunos que entraram em situação de vulnerabilidade socioeconômica.

“Para nós, é uma satisfação muito grande efetivar o que determina o Decreto Federal, por entendermos que essa é mais uma forma de os RUs promoverem acesso à alimentação saudavel e nutritiva, e também prover alimentos produzidos de forma sustentavel, além de agregar valor também porque estamos fortalecendo a nossa agricultura familiar, favorecendo geração de empregos e renda e materializando o papel social da nossa instituição”, avalia Sueli Teixeira.

Com o retorno das atividades presenciais na UFPI, sem qualquer previsão ainda, a expectativa é que a ação da compra de alimentos de agricultura familiar chegue mais longe, explica o Pró-Reitor de Administração, Lucas Araújo.

WhatsApp Image 2020-07-29 at 19.02.57.jpeg

Lucas Araújo, Pró-Reitor de Administração da UFPI

“O objetivo institucional é ampliar a ação para os campi de Floriano, Picos e Bom Jesus. Aproveito para destacar o papel de grande importância da comissão de licitação na condução e conclusão desse processo”, finaliza.

 

Fim do conteúdo da página