Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias - UFPI > Calazar: pesquisador orienta agentes sobre uso de coleiras repelentes
Início do conteúdo da página

Pesquisadores do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA visitam HU-UFPI

Imprimir
Publicado: Terça, 29 de Outubro de 2019, 09h11

O Hospital Universitário da Universidade Federal do Piauí (HU-UFPI), filiado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), recebeu na última quinta-feira (24), a visita de pesquisadores do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), localizado em Atlanta, vinculado ao Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos (EUA) e mais importante agência internacional na área de pesquisas de doenças infectocontagiosas.

CDC20191029091224

A comitiva foi integrada também por profissionais da Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi), da Fundação Municipal de Saúde (FMS), do Ministério da Saúde e da Associação Brasileira de Profissionais de Epidemiologia de Campo (ProEpi), e visitou também o Hospital de Urgências de Teresina (HUT), o Instituto de Doenças Tropicais Natan Portela (IDT), o Hospital São Paulo e o Laboratório Central de Saúde Pública Dr. Costa Alvarenga. 

Visita CDC 201920191029085325

Durante visita dos pesquisadores do CDC

Os norte-americanos vieram ao Piauí conhecer o Programa de Vigilância das Encefalites Virais e Outras Síndromes Neuroinvasivas, que existe desde 2013, fruto de parceria da Sesapi, da FMS e do Instituto Evandro Chagas e do qual o HU-UFPI é parceiro atuante e indispensável. "É enorme a satisfação em receber equipe de referência internacional e poder apresentar o trabalho desenvolvido no HU-UFPI, que vem demostrando resultados promissores e relevantes para a saúde pública através da participação de profissionais do setor de vigilância, de neurologistas e residentes do Hospital envolvidos no contexto da investigação dos casos", comenta a enfermeira Lígia Cabedo, da Unidade de Vigilância em Saúde do HU-UFPI.

O Programa piauiense ganhou destaque internacional ao detectar os primeiros casos no Brasil de encefalite causados pelo vírus do Nilo Ocidental e ao demonstrar que os vírus da dengue, Zika e chikungunya são os principais causadores de doenças neurológicas. “Nossos resultados mostram que os vírus transmitidos por mosquitos têm um papel importante como causas de doenças neurológicas, infecciosas ou pós-infecciosas do sistema nervoso. Daí a necessidade do avanço nos estudos para poder ser trabalhado ações de prevenção”, explica Marcelo Adriano Vieira, neurologista do HDT e da FMS. 

O CDC foi representado na visita pelo neurologista e neuroepidemiologista James Sejvar e pelo o neurocientista paulista Jesus Soares. “Junto com vocês aqui, vamos buscar maneiras de prevenção. Podemos avaliar o sucesso desse projeto, avaliando o impacto da redução da doença”, diz Sejvar, um dos principais nomes da comunidade cientifica internacional. "Quanto mais aperfeiçoamos o sistema de vigilancia, mais fácil fica o controle das doenças", complementa o brasileiro, que vive ha mais de 20 anos nos EUA.

Sobre a Ebserh
 
Desde abril de 2013, o HU-UFPI é filiado à Ebserh, estatal vinculada ao Ministério da Educação que atua na gestão de hospitais universitários federais. O objetivo é, em parceria com as universidades, aperfeiçoar os serviços de atendimento à população, por meio do SUS, e promover o ensino e a pesquisa nas unidades filiadas.

A empresa, criada em dezembro de 2011, administra atualmente 40 hospitais e é responsável pela gestão do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), que contempla ações nas 50 unidades existentes no país, incluindo as não filiadas à Ebserh.​

Fim do conteúdo da página