Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias - UFPI > Comunicado: funcionamento dos RUs Teresina, almoço de hoje (03)
Início do conteúdo da página

Projeto Rondon: estudantes de diferentes regiões do país chegam ao Piauí para iniciar "Operação Parnaíba"

Imprimir
Publicado: Segunda, 21 de Janeiro de 2019, 14h34

WhatsApp Image 2019-01-21 at 11.58.31.jpeg

Durante a manhã desse sábado (19), aconteceu no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional Piauí (OAB - PI), a cerimônia de abertura oficial do Projeto Rondon – Operação Parnaíba. Estiveram presentes mais de 300 estudantes de diferentes regiões do país, que vieram ao Piauí para desenvolver ações do projeto em 19 municípios.  

A Universidade Federal do Piauí (UFPI) atualmente participa do Projeto Rondon - Operação Parnaíba no município de Jatobá do Piauí, com o projeto coordenado pela Professora Patrícia Napolis, classificado em 3º lugar entre 85 propostas de outras instituições de ensino superior. A UFPI se destaca com propostas de projetos de extensão para a operação Parnaíba, com vistas a contribuir para o processo de formação dos seus acadêmicos e para acentuar o seu papel de atuação no desenvolvimento de melhorias junto aos setores sociais menos favorecidos dos municípios do nosso estado. As atividades realizadas pela UFPI no município iniciaram no domingo (20) e seguem até dia 1º de feveireiro. A equipe da Universidade reúne 10 estudantes, além da coordenadora Patrícia Napolis e um professor, coordenador adjunto, do CCN. Além da UFPI, a Faculdade Santo Agostinho foram as únicas universidades do estado a participa desta edição do Projeto Rondon.

O Projeto Rondon prioriza desenvolver ações que trazem benefícios permanentes para as comunidades, principalmente as relacionadas com a melhoria do bem-estar social e a capacitação da gestão pública. Busca, ainda, consolidar no universitário brasileiro o sentido de responsabilidade social, coletiva, em prol da cidadania, do desenvolvimento e da defesa dos interesses nacionais, contribuindo na sua formação acadêmica e proporcionando-lhe o conhecimento da realidade brasileira.

Para a Profa. Dra. Cleânia de Sales Silva, responsável pela Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (PREXC), o mais bacana desse projeto é a relação de trocar conhecimento, ensinar aquilo que foi aprendido na academia com ciência e tecnologia, e também de aprender e conhecer a realidade piauiense, ainda pouco divulgada. “Esse é um projeto  que fortalece a extensão universitária, principalmente, no que a gente chama de “interiorização universitária”, que é justamente levar ao interior, regiões mais longínquas, mais distantes, que não tem acesso aos saberes desenvolvidos no âmbito da Universidade”, disse.

Vale ressaltar que o Projeto Rondon é o maior e mais importante programa de extensão do país. É uma ação interministerial do Governo Federal, realizada em coordenação com os Governos Estadual e Municipal, que, em parceria com as Instituições de Ensino Superior reconhecidas pelo Ministério da Educação, visa somar esforços com as lideranças comunitárias e com a população, a fim de contribuir com o desenvolvimento local sustentável e na construção e promoção da cidadania.

 

 

WhatsApp Image 2019-03-21 at 17.21.30.jpeg

 

 

 

 

 

 

 

 

Fim do conteúdo da página