Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias - UFPI > II Congresso Nacional de Variação/Diversidade Linguística e Letramentos - II CONVALLE
Início do conteúdo da página

Doutoranda da UFPI viaja à Espanha para ampliar pesquisa sobre raça de galinha brasileira

Imprimir
Publicado: Sexta, 28 de Setembro de 2018, 09h11

O Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal da UFPI, por meio da Pró-Reitoria de Ensino de Pós-Graduação, ofereceu à doutoranda Débora Carvalho intercâmbio para Universidade de Córdoba – UCO, na Espanha, visando ampliar a pesquisa com a raça brasileira de galinha caipira Canela-Preta. O projeto está dentro da proposta de investigação sobre raças de galinhas Ibero-americanas, que faz parte da “RedConbiand” (Conservação da Biodiversidade dos Animais Domésticos Locais para o Desenvolvimento Rural Sustentável), tendo como país coordenador a Espanha. O intercâmbio já é fruto da parceria firmada recentemente entre a UFPI e UCO.

imagem320180928083753

Departamento de genética da UCO-Espanha (Foto: Débora Carvalho)

O projeto em nível nacional é coordenado pelo professor Lindenberg Sarmento, do Departamento de Zootecnia do Centro de Ciências Agraárias (CCA) da UFPI, que ressalta a importância das parcerias nacionais e internacionais para ampliação e fortalecimento dos estudos sobre as raças nativas. Além da parceria com a UCO, por meio dos professores Juan Vicente Delgado, Amparo Martinez e Esperanza Camacho, o projeto tem apoio direto dos investigadores das instituições locais, doutor Marcos Jacob da Embrapa Meio-Norte e da professora Claudene Barros da Universidade Estadual do Maranhão, Campus de Caxias - MA.

imagem120180928084138

Professores Amparo Martinez, Juan Vicente Delgado e doutoranda Débora Carvalho na UCO-Espanha

A pesquisa com a raça brasileira de galinha caipira Canela-Preta faz parte da tese de doutorado da zootecnista Débora Carvalho, que tem se dedicado a pesquisar essa raça e atualmente está na Espanha executando a investigação genética mais ampla das galinhas Canela-Preta.

imagem420180928084754

Débora Carvalho no laboratório de genética da UCO

Os investigadores destacam a relevância dessa pesquisa para o Nordeste, uma vez que o objeto de estudo é uma raça genuinamente regional, o que reforça a necessidade de entender a estrutura genética e a diversidade presente na galinha Canela-Preta, fundamental para estimular ainda mais a preservação das características próprias dessas aves e seu uso sustentável.

Essas pesquisas são possíveis graças aos criadores que acreditam no potencial dessa raça de galinha como fornecedora de carne e ovos de qualidade. Os resultados dessas pesquisas darão ainda mais respaldo e valorização aos produtores que criam a raça pura no Piauí, estado com maior concentração de produtores no momento. A pesquisa ainda reflete a atenção que a UFPI e instituições parceiras têm com o desenvolvimento agropecuário do Estado, buscando parcerias para fortalecer ainda mais as pesquisas em rede e, com isso, contribuir de forma efetiva para o desenvolvimento da região.

Fim do conteúdo da página