Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias - PROPESQI > Comunicado: PROPESQ estará fechada na sexta (29/08) para dedetização
Início do conteúdo da página

Abertura do 26° Seminário de Iniciação Científica

Imprimir
Publicado: Quinta, 09 de Novembro de 2017, 09h04

DSC_0086.JPG

Aconteceu na manhã desta quarta-feira (8), no Cine Teatro da Universidade Federal do Piauí (UFPI), a solenidade de abertura do 26º Seminário de Iniciação Científica da UFPI. O evento promovido pela Pró-Reitoria de Pesquisa da UFPI, é aberto para todos os graduandos da Universidade que desenvolvem atividades de iniciação científica, seja ela com financiamento pelo CNPq, UFPI ou de modo voluntário (ICV).

O 26° Seminário de Iniciação Científica tem o intuito de apresentar os trabalhos de pesquisa desenvolvidos pelos alunos que participam do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC), Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica nas Ações Afirmativas - PIBIC AF, da Iniciação Científica Voluntária (ICV) e do Programa Institucional de Bolsas para o Ensino Médio – PIBIC - EM.

DSC_0096.JPG

O evento contou com a apresentação do Coral da UFPI

Estiveram presentes para compor a mesa da solenidade de abertura o Reitor da UFPI, Prof. Dr. José Arimatéia Dantas Lopes; a Vice-Reitora da UFPI, Profa. Dra. Nadir Nogueira; o Pró-Reitor de Pesquisa, Prof. PhD. Xavier da Cruz Neto; o Coordenador Geral de Pesquisa da UFPI, Prof. Dr. João Batista Lopes; a representante do Comitê Externo, Profa. Dra. Honoris Causa Rosa Ester Rossini; a representante do Comitê Interno, Profa. Dra. Maria do Carmo de Carvalho; e representando os campi fora de sede, o Prof. Dr. Leilson Rocha Bezerra.

Segundo o Prof. Dr. José Arimatéia Dantas Lopes,  o evento traz benefícios para o desenvolvimento da atividade científica desenvolvida na Universidade. “O Seminário de Iniciação Científica é um dos mais importantes eventos da UFPI, porque é aqui que estamos semeando o futuro da nossa Universidade na questão da Pesquisa e da Pós-Graduação. Pois, o aluno que passa pelo PIBIC e ICV  é um estudante de Mestrado e Doutorado diferenciado. Esse evento tem evoluído durante muito tempo e cresceu muito o número de estudantes bolsistas e voluntários. Isso tem feito com que a produção científica da UFPI tenha um avanço, assim com a melhoria da iniciação científica resulta na qualidade da Graduação e da Pós-Graduação”, proferiu.

DSC_0067.JPG

Reitor da UFPI, Prof. Dr. José Arimatéia Dantas Lopes

O Pró-Reitor de Pesquisa, Prof. PhD. Xavier da Cruz Neto, falou da evolução do evento e da iniciação científica na UFPI. “A iniciação científica permite que os estudantes avancem na área da pesquisa junto aos seus orientadores. Estive presente no Seminário de Iniciação Científica do ano de 1996 e naquela época a UFPI tinha apenas 50 alunos com bolsa e hoje temos mais de 900 bolsistas. 225 bolsas são oriundas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), órgão que fomenta a pesquisa no Brasil, e também 230 bolsas consolidadas por recursos da UFPI. Até um tempo recente, o valor da bolsa do CNPq era um valor e o auxilio dado pela UFPI era a metade do referido valor oferecido pelo CNPq. Com a gestão do Reitor Arimatéia o valor unificou, assim as duas bolsas estão com a mesma quantidade. Esse apoio que a UFPI dá para os estudantes pesquisadores nos traz a expectativa que da nossa Universidade saíam alunos que irão progredir a ciência que o Brasil precisa, embora com a crise que o país está enfrentando, são eles a esperança para o desenvolvimento de projetos iniciados na Graduação e depois prossigam no Mestrado e Doutorado, e assim mudem a realidade atual do Brasil”, concluiu.

DSC_0046.png

Pró-Reitor de Pesquisa, Prof. PhD. Xavier da Cruz Neto

A Profa. Dra. Honoris Causa, Rosa Ester Rosini, falou sobre as dificuldades que os estudantes enfrentam no cenário atual da pesquisa brasileira. “Eu costumo dizer que o PIBIC nasceu com o CNPQ em 1950, já tem 67 anos, mais novo do que eu inclusive. Mas a Iniciação Científica nasceu mesmo no início dos anos 90. Eu fico preocupada, porque o programa do CNPQ já teve 56 mil pessoas beneficiadas, hoje ele conta com 26 mil. O esforço das universidades para manter o PIBIC, tem sido um esforço inumano, parabenizo ao magnifico Reitor por continuar apoiando e incentivando a pesquisa, pois a instituição sabe que sem a Iniciação Científica nem tem Pós-Graduação, pois cresceu e se fortaleceu graças à Iniciação Científica. Quem faz Iniciação Científica tem muito mais competência para seguir em frente, e os jovens e as jovens estudantes impulsionam os professores a produzirem, lerem e se atualizarem. Então é um fluxo contínuo e recíproco. Esta mensagem é pra demonstrar que todos nós saímos beneficiados pelo PIBIC, que beneficia, principalmente, a população de baixa renda, pois sem educação não se constrói um país sério e responsável, competente e honesto”, declarou.

DSC_0210.JPG

Profa. Dra. Honoris Causa, Rosa Ester Rosini

O Prof. Dr. Marcos Lira, docente do Departamento de Engenharia Elétrica, área de energias renováveis e orientador de IVC, falou da importância do apoio que o orientador dá ao estudante. “Temos uma satisfação muito grande, pois orientar um aluno é uma tarefa árdua e difícil, porque está em jogo não apenas expansão do conhecimento, mas também a construção da vida acadêmica do aluno, que poderá ingressar no mestrado e doutorado e muitas vezes voltar pra ser um docente da casa”, disse.

DSC_0038.JPG

Prof. Dr. Marcos Lira, lotado no Departamento de Engenharia Elétrica

O estudante Alexandro Bruno de Araújo, do 7° período de Engenharia Agronômica da UFPI, destacou o benefício que o evento traz para os estudantes. “Acho que este ano o evento está com uma grande proposta, que é aumentar o conhecimento dentro da academia. O evento possibilitará aos estudantes terem um conhecimento prévio do que querem fazer futuramente, por meio das linhas de pesquisa desenvolvidas na Universidade, eu acredito que o Seminário contribuirá para o meu crescimento profissional e dos que dele participam, como para Instituição como um todo”, concluiu.

DSC_0027.JPG

 Estudante Alexandro Bruno de Araújo,  Engenharia Agronômica UFPI

O 26° Seminário de Iniciação Científica segue até esta sexta-feira (10), com palestras, minicursos, apresentação de pôsteres e dos trabalhos de pesquisa desenvolvidos pelos alunos.

Confira a programação e a lista de apresentação do evento.

Fim do conteúdo da página