Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias - Picos > Nota de pesar: Henrique Moreira da Silva
Início do conteúdo da página

Convite: Lançamento do livro “Formação de professores e condições de trabalho em classes multisseriadas”

Imprimir
Publicado: Terça, 04 de Dezembro de 2018, 15h49

O professor Jânio Ribeiro dos Santos, lotado no curso de Licenciatura em Educação do Campo da Universidade Federal do Piauí (UFPI), Campus Senador Helvídio Nunes de Barros (CSHNB), cidade de Picos/PI, convida a comunidade para o lançamento do livro Formação de professores e condições de trabalho em classes multisseriadas, que ocorrerá no próximo dia 5 de dezembro (quarta-feira), no auditório novo do CSHNB/UFPI, às 20h, durante a programação do  II Encontro Estadual dos Estudantes das Licenciaturas em Educação do Campo (II EDUCAMPO) da UFPI, que ocorre de 4 a 7 de dezembro de 2018.

 

Convite Livro Jânio Ribeiro20181204161446

 

A obra expõe a pesquisa apresentada como dissertação de mestrado pelo professor, desenvolvida no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Sergipe (UFS), entre os anos de 2010 e 2012, tendo como objeto de investigação as classes multisseriadas – forma de organização escolar encontrada geral­mente nos estabelecimentos de ensino localizados no campo bra­sileiro, em que são concentrados em um mesmo espaço e tempo escolar, estudantes de diferentes séries/anos (e idade) e na maior parte dos casos, sob a regência de apenas um professor.

"A composição de Formação de pro­fessores e condições de trabalho em classes multisseriadas é resultado de um esforço do pesquisador Jânio Ribeiro dos Santos em apresentar uma análise crítica sobre as condições em que a educação rural continua existindo e as possibilidades da emer­gência e consolidação da Educação do Campo que se faz e refaz na luta concreta dos milhares de trabalhadores rurais pelo direito ao trabalho, a terra e à educação. A luta pelo direito à Educação e a Reforma Agrária se alimentam do desejo de transformar o campo como lugar do atrasado ou do altamente tecnologizado, voltado para o agronegócio, que expulsa homens e mulheres para um território camponês que seja capaz de produzir a vida a partir de novas relações entre homem/natureza", trecho do Prefácio elaborado pela professora Sonia Meire Santos Azevedo de Jesus, da Universidade Federal de Sergipe (UFS), presente na edição.

 

Fim do conteúdo da página