Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias - Parnaíba > PREG divulga Edital Para Pré-Seleção das Propostas da UFPI para PET
Início do conteúdo da página

Dirigentes participam de reunião de trabalho para debater proposta que favorece a implantação das universidades criadas recentemente.

Imprimir
Publicado: Quinta, 01 de Novembro de 2018, 08h27

No último dia 30 de outubro foi realizada pela Comissão de Educação do Senado Federal uma reunião de trabalho para debater a proposta orçamentária de 2019 para as Universidades Federais que foram criadas recentemente em Rondonópolis (MT), Catalão e Jataí(GO), Delta do Parnaíba (PI) e Agreste de Pernambuco (PE). A reunião foi presidida pelo senador Wellington Fagundes (PR), relator das emendas da Comissão de Educação.
A convite da Presidência da Comissão participaram da reunião Roselma Lucchese - Diretora da Regional de Catalão da Universidade Federal de Goiás, Analy Castilho Polizel de Souza - Pró-Reitora da Universidade Federal de Rondonópolis, Alexandro Marinho Oliveira - Diretor do Campus Ministro Reis Velloso da Universidade Federal do Piauí e Alessandro Martins - Diretor da Regional Jataí da Universidade Federal de Goiás. Participaram também o Deputado Federal Luciano Ducci - Relator Setorial do Orçamento - Educação e Cultura, Augusta Aiko Umeda Kuhn - Coordenadora-Geral do Departamento de Programas das Áreas Social e Especial da Secretaria de Orçamento Federal do Ministério do Planejamento, Weber Gomes de Souza - Coordenador-Geral de Planejamento e Orçamento das Instituições Federais de Ensino do Ministério da Educação, e Mauro Luiz Rabelo - Diretor de Desenvolvimento da Rede de Instituições Federais de Ensino Superior do Ministério da Educação. 
Durante a reunião, o senador Wellington Fagundes informou sobre uma emenda aprovada pela Comissão de Educação do Senado que prevê a destinação de R$ 500 milhões para implantação das novas universidades criadas em 2018. Segundo o senador, que foi relator da matéria, é preciso que a proposta seja consignada na peça orçamentária do próximo ano. O relator setorial do Orçamento da União para Educação, deputado Luciano Ducci (PSB-SC), assegurou que a emenda será acatada em seu relatório a ser apresentado na Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização (CMO). “Os valores estão bem contemplados e temos que vencer as questões mais de caráter administrativas. São universidades importantes porque interioriza a formação universitária, ajudando a promover o desenvolvimento regional” – disse o relator na CMO.
Os dirigentes das instituições federais apresentaram informações sobre a importância do aporte de mais recursos para que as novas universidades sejam implantadas de forma adequada, ressaltaram que os valores atualmente previstos dificultam a manutenção básica das atividades existentes e limitam o crescimento das instituições. Apresentaram também, as dificuldades de gestão atualmente enfrentadas pelas novas universidades quanto ao atraso na definição das Reitorias pro tempore. Os representantes do Ministério do Planejamento e do Ministério da Educação informaram que a definição das gestões de Reitorias pro tempore somente acontecerão em 2019, devido a não previsão na Lei Orçamentária Anual para 2018.

PHOTO 2018 10 31 19 14 1420181101082448

PHOTO 2018 10 31 19 14 1320181101082448

PHOTO 2018 10 31 19 14 14 220181101082448

Fonte:
http://legis.senado.leg.br/comissoes/reuniao?reuniao=7976&codcol=47
https://wellingtonfagundes.com.br/orcamento-de-2019-tera-r-500-milhoes-para-implantacao-de-novas-universidades/

 

Fim do conteúdo da página