Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias - Parnaíba > UFPI e SESAPI firmam parceria para criação de Centro de Especialidades Médicas em Parnaíba
Início do conteúdo da página

UFPI participa da campanha Janeiro Roxo 2018 no estado

Imprimir
Publicado: Terça, 16 de Janeiro de 2018, 08h24

janeiro roxo.jpg

Um mês dedicado a sensibilizar a população do Piauí sobre a importância do diagnóstico precoce da Hanseníase, como mecanismo eficaz no controle da doença e no enfrentamento ao estigma com o qual algumas pessoas ainda veem a moléstia. As ações culminam no 31 de janeiro, Dia Mundial da Luta contra a Hanseníase.

A Universidade Federal do Piauí (UFPI) se une a outras instituições, órgãos e entidades no estado para promover ações e debates sobre a importância do combate à hanseníase. É a campanha Janeiro Roxo 2018 no Piauí, que tem realização também do Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela hanseníase ( MORHAN ), do Hospital Universitário da UFPI, Secretaria Estadual de Saúde e secretarias municipais de saúde ( Teresina, Parnaiba, Picos e Bom Jesus).

No Piauí, os números de casos da hanseníase seguem como motivo de preocupação. Um boletim epidemiológico, divulgado pela Coordenação Estadual de Controle à Hanseníase, informou que em 2017 o Piauí registrou 935 casos da doença, número superior ao ano de 2016, com a ocorrência de 911 registros.

Em Teresina, o Hospital Universitário da UFPI sedia das 8 às 12 horas a Tenda do Janeiro Roxo,com informações e esclarecimentos ao público sobre a doença. No dia 25 de janeiro, haverá I Workshop Estadual de Hanseníase – Janeiro Roxo, que reunirá secretários municipais de Saúde no Piauí, profissionais de saúde a áreas afins, estudantes de graduação e de pós-graduação, além da comunidade em geral. Será no Auditório da FACIME-UESPI.

Além de Teresina, as cidades de Parnaíba e Floriano recebem, também no dia 25 de janeiro, intensa programação do Forum em Hanseníase, em que serão apresentadas estratégias desenvolvidas no estado para o enfrentamento da doença, avaliação de ações do Projeto NIPPON/ OPPAS/ Ministério da Saúde, e a agenda de recomendações para Controle e Eliminação da Hanseníase no Piauí.

Em Floriano, umas das ações mais importantes do Janeiro Roxo ocorrem no Auditório do Campus Amilcar Ferreira Sobral (CAFS/UFPI). Dia 30, às 9 horas, haverá a implantação do núcleo do Movimento Social de Integração a Pessoa com Hanseníase ( MORHAN). No mesmo dia, ocorre ainda o lançamento do Boletim Epidemiológico da doença na cidade. Professores e estudantes de cursos da área de Saúde, além de profissionais da área e a comunidade em geral são esperadas para o evento.

Na cidade de Picos, além da busca ativa de casos da doença em locais estratégicos, haverá também, no Auditório do Campus Senador Helvídio Nunes de Barros, (CSHNB/UFPI), às 9 horas, roda de conversa com profissionais da Saúde e o lançamento do Boletim de Hanseníase de Picos.   

A campanha Janeiro Roxo 2018 no Piauí conta ainda com apoio da Universidade Estadual do Piauí ( UESPI ), Conselho Federal  de Enfermagem ( Coren-PI) e Associação Brasileira de Enfermagem ( ABEN).

Fim do conteúdo da página