Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias - PARFOR > 14 de Maio - Dia das Mães
Início do conteúdo da página

Cursistas de História realizam visita técnica a pontos históricos de Parnaíba

Imprimir
Publicado: Segunda, 13 de Janeiro de 2020, 10h29

 

Professores cursistas de História do Programa Nacional de Formação de Professores da Educação Básica - Parfor/UFPI do Polo de Luzilândia realizaram na última sexta-feira (10), uma visita técnica a alguns pontos históricos da cidade de Parnaíba. A atividade foi desenvolvida pela disciplina de Teoria da História II sob a orientação do professor Agostinho Coe.

A visita iniciou no Museu do Trem, com o intuito de compreender a relação entre a história e os lugares de memória, bem como as transformações na região a partir da chegada da estrada de ferro em Parnaíba, proporcionando debates sobre as tradições, mudanças na concepção de tempo, aspectos da modernidade no século XX. Na ocasião, contaram com a explanação do Historiador José Maria, que cuida de todo o acervo do museu.

 

De acordo com o professor Agostinho Coe, a visita seguiu para a Catedral de Nossa Senhora das Graças que teve o objetivo de explanar a constituição de uma cidade a partir das freguesias e paróquias. “A referida igreja, construída no século XVIII, ainda preserva boa parte do acervo de imagens sacras e estrutura do período de sua construção”, enfatizou o professor formador.

 

 

Para o cursista Adriano Resende, foi uma viagem bastante proveitosa: “Nos proporcionou uma oportunidade de adquirimos mais conhecimentos relacionados à nossa história, enriquecendo e valorizando o passado com esse novo aprendizado para com todos nós acadêmicos do curso de História. Foi muito rico termos conhecido o museu do trem, assim também como sua história de lutas e obstáculos para que possa se manter vivo até hoje. Sem falar também do Templo religioso Catedral da Graça, um lugar belo e abençoado, também com sua história de altos e baixos, mais que ainda faz a sua história”, concluiu.

 

No decorrer da atividade os alunos tiveram a oportunidade de debater sobre o cotidiano das elites piauienses, inclusive utilizando como exemplo os enterramentos realizados dentro dos templos religiosos e que era um privilégio dos mais abastados da sociedade.

Finalizando com a visita ao Porto das Barcas e aos casarões antigos existentes na região. Logo após o almoço na Pedra do Sal retornaram para Luzilândia.

Fim do conteúdo da página