CAPES e MEC articulam mais recursos para a educação básica

Imprimir
Publicado: Terça, 08 de Outubro de 2019, 10h05

 

Em reunião no Ministério da Educação (MEC), nesta quarta-feira, 2, Abraham Weintraub, ministro da Educação, e Anderson Correia, presidente da CAPES, entregaram ao presidente da Comissão de Educação, deputado Pedro Cunha Lima (PSDB-PB), uma proposta de apoio à educação básica, na ordem de R$ 300 milhões.

A ideia é fomentar os Programas Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) e de Residência Pedagógica, bem como o Programa Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (PARFOR) e a Universidade Aberta do Brasil (UAB).

Defesa de interesses
MEC e CAPES trabalham assiduamente para aumentar a destinação de recursos para a Educação. Em setembro, o MEC liberou mais R$ 600 milhões para a Coordenação no orçamento de 2020, o que permitiu dar continuidade em 3.182 bolsas de pós-graduação.

Na segunda-feira, 30, a pasta também anunciou o descontingenciamento de R$ 270 milhões para a CAPES.


(Brasília – Redação CCS/CAPES)