Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias
Início do conteúdo da página

Notícias

Imprimir
Publicado: Segunda, 07 de Março de 2016, 15h07

Até 10/01/14 está disponível no SIGAA o processo auto avaliativo da UFPI. Cada participante da Instituição (Gestor, Docente, Técnico-administrativo e Discente) é convidado a responder o questionário avaliativo da UFPI, de maneira fiel às condições desta IES, sabendo que a autoavaliação do desempenho institucional é utilizada como prática permanente de “releitura, análise e reflexão crítica sobre as ações propostas e desenvolvidas”.

São avaliadas 10 dimensões, a saber: 

Dimensão 1 – A missão e o Plano de Desenvolvimento Institucional

O Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) da UFPI vigente refere-se aos anos de 2010 a 2014 e apresenta a missão da UFPI “propiciar a elaboração, sistematização e socialização do conhecimento filosófico, científico, artístico e tecnológico permanentemente adequado ao saber contemporâneo e à realidade social, formando recursos que contribuam para o desenvolvimento econômico, político, social e cultural local, regional e nacional” (UFPI/PDI – 2010-2014, p. 28).

O PDI, construído com a participação da comunidade acadêmica, é um instrumento de gestão que viabiliza a incorporação das ações de planejamento ao orçamento. Este documento estabeleceu cinco princípios norteadores de sua atuação para o quinquênio 2010-2014, destacando-se:

I- compromisso com a justiça social, equidade, cidadania, ética, preservação do meio ambiente, transparência e gestão democrática;

II- verticalização do ensino e sua integração com a pesquisa e a extensão;

III- difusão do conhecimento científico e tecnológico e suporte aos arranjos produtivos locais, sociais e culturais;

IV- inclusão de um público historicamente colocado à margem das políticas de formação para o trabalho, dentre este, as pessoas que residem em localidades geograficamente distantes dos grandes centros educativos do Estado;

V- natureza pública e gratuita do ensino, sob a responsabilidade da União (UFPI/ PDI-2010-2014, p. 22)

Dimensão 2 – As Políticas para o Ensino, Pesquisa e Extensão.

Esta dimensão avalia as normas de operacionalização, o currículo, a organização e as práticas pedagógicas, o apoio ao estudante, às inovações didático-pedagógicas e o uso de novas tecnologias, além de procedimentos para estímulo à produção acadêmica, à iniciação acadêmica e científica (pesquisa, monitoria, por exemplo), às bolsas de pesquisa e extensão.

Destacam-se como atividades de extensão: projetos de extensão, eventos científicos, estágios não obrigatórios com participação e ou retorno direto à comunidade civil.

Assim, a UFPI desenvolve suas políticas de ensino de graduação, pesquisa e extensão, no sentido da democratização e da garantia da qualidade em consonância com as políticas nacionais para o ensino superior e com seu PDI.

Dimensão 3 – Responsabilidade Social

Esta dimensão busca identificar a contribuição da Instituição em relação à inclusão social, sobretudo as ações realizadas no sentido de incluir e prestar assistência a setores ou grupos sociais discriminados e/ou subrepresentados no interior de cada segmento da comunidade universitária.

Neste sentido, a UFPI contribui para o desenvolvimento do nosso Estado, formando para tanto cidadãos comprometidos com o desenvolvimento social e econômico da região, com o meio ambiente e a cultura, de uma forma geral. Assim, a responsabilidade social na UFPI está inserida em suas funções de ensino, pesquisa e extensão, promovendo, ainda, implantação de empresas juniores e incubadoras.

Para tal executa atividades de bolsa PRAEC, residência universitária, restaurante universitário, EaD, Procampo, adesão ao programa Reuni.

Além destes, condiciona aspectos de acessibilidade, atividades de inclusão da comunidade ufpiana e civil.

Dimensão 4 – A Comunicação com a Sociedade

Esta dimensão avalia a comunicação interna e externa, a imagem pública da Instituição, os meios de comunicação utilizados (site da instituição, ouvidoria e sistemas de rádio, televisão e revista), a relação entre comunicação e a missão, da UFPI, bem como o atendimento aos alunos e à comunidade de modo geral pela ouvidoria. Vale lembrar que a UFPI dispões de setor de editoração (EDUFPI) e gráfica disponíveis no Campus de Teresina.

Dimensão 5 – Políticas de Pessoal (Corpo Docente e Técnico administrativo)

Esta dimensão avalia as políticas de pessoal, de carreiras do corpo docente e corpo técnico-administrativo, seu aperfeiçoamento, desenvolvimento profissional e suas condições de trabalho e sua coerência com as políticas firmadas nos documentos oficiais, em especial no PDI.

Dimensão 6 – Organização e Gestão da Instituição

Esta dimensão aborda a organização e a gestão da Instituição, especialmente o funcionamento e a representatividade dos colegiados, sua interdependência e autonomia na relação com a mantenedora, e a participação dos segmentos da comunidade universitária nos processos decisórios. Sabe-se que todos os setores (gestores, professores, técnicos administrativos e alunos) tem participação nas atividades de colegiado do curso, campus e conselho universitário, oportunizando, portanto, o direito nas atividades de discussão e decisão na UFPI.

Dimensão 7 – Infraestrutura Física

Refere-se às salas de aula, laboratórios, biblioteca, auditórios, áreas de convivências, lazer, cantina, restaurante universitário, acessibilidade, bebedouros, banheiros, serviços de internet e recursos de tecnologia.

Dimensão 8 – Planejamento e Avaliação

Nesta dimensão são avaliados se há coerência entre o planejamento e a avaliação, especialmente em relação aos processos, resultados e eficácia da autoavaliação institucional com o estabelecido em documentos oficiais, tais como: Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) e Projeto Pedagógico Institucional (PPI).

Dimensão 9 – Políticas de Atendimento aos Discentes

Esta dimensão trata de ações no âmbito da assistência estudantil nos campi que integram a UFPI, resultantes da implantação de um modelo social inclusivo, nas áreas de atenção à alimentação, moradia, saúde, psicopedagógica e social, realizadas pelas Coordenadorias de Assistência Comunitária (CACOM) e de Nutrição e Dietética (CND).

Além destas ações, destacam-se os programas de bolsa de monitoria, de extensão, de pós-graduação.

Dimensão 10 – Sustentabilidade Financeira

Nas Instituições de Ensino superior (IES), a maior parte dos recursos é oriunda do tesouro nacional, embora cada busque a aquisição de outras fontes para permitir a sustentabilidade de suas atividades fins. Assim, a sustentabilidade financeira reflete o esforço governamental e institucional direcionado à manutenção da estrutura acadêmica e à continuidade dos compromissos na oferta da educação superior, observando que além de ocorrer incrementos no orçamento da UFPI, docentes participam de projetos financiados, junto a ministérios e agências de fomento, promovendo captação de recurso extra.

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página