Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Agenda UFPI > I Ciclo de Palestras da PRPG
Início do conteúdo da página
EmailImprimirExportar ICS

Evento “Narrativas e Comunicação”

Evento

Título:
Evento “Narrativas e Comunicação”
Quando:
11/11/17 - 14/11/17
Categoria:
Eventos UFPI

Descrição

CARTAZ 12 ANOS NUJOC 1

Em comemoração aos 12 anos do Núcleo de Pesquisa em Jornalismo e Comunicação da Universidade Federal do Piauí (NUJOC-UFPI), acontece nos dias 11, 13 e 14 de novembro o evento “Narrativas e Comunicação”. Na oportunidade, estudantes, professores e a comunidade são convidados a participar de discussões com relevância acadêmica, exibição do longa-metragem “Doc. Santeiro” e lançamento do site do Projeto Memória do Jornalismo Piauiense. As atividades concentram-se no auditório Salomé Cabral (CCE/UFPI).

Iniciando a programação no dia 11 de novembro, o Prof. Dr. Miguel Freire (UFF) realiza o lançamento do livro “Fotografia Getuliana” a partir das 19h30 na Galeria Piauhy. Para o dia 13, as atividades passam a ser desenvolvidas no auditório Salomé Cabral com a palestra “Narrativas e Comunicação: a fotografia e o documentário na cena brasileira”, também ministrada pelo pesquisador no horário das 19h. Ao final do encontro, haverá a exibição do filme “Doc. Santeiro”.

Com direção de Miguel Freire e lançado no ano de 2014, “Doc. Santeiro” é sobre o curta-metragista e professor de cinema da UFF, Sérgio Santeiro. Ao longo do documentário há exposição de trechos de seus filmes, a importância dos festivais de cinema amador de 1960 e a fundação da Associação Brasileira de Documentaristas (ABD). Além de tratar de assuntos sobre fazer e viver cinema no Brasil.

Para o último dia do evento, o NUJOC-UFPI promove o lançamento do site do Projeto Memória do Jornalismo Piauiense a partir das 16h. Financiado com recursos do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), o site tem por intuito disponibilizar acervo digitalizado que envolve jornais, revistas e almanaques dos séculos XIX e XX, possibilitando ao pesquisador acessar a partir de qualquer lugar.

Na sequência encerrando a programação, acontece a mesa-redonda “Pensando a narrativa a partir de Paul Ricoeur” a partir das 18h. Na discussão, a Profa. Dra. Ana Regina Rêgo trata do tema “Visões de Tempo e narrativa em Paul Ricoeur e Hannah Arendt”, enquanto o Prof. Dr. Vanderlei Carneiro conduz a proposta “Hermenêutica narratológica: a imaginação criativa como método de produção e leitura de texto na obra de Paul Ricoeur” e a Profa. Msc. Thalyta Arrais faz a exposição “Identidade Narrativa: o sujeito sob a perspectiva de Paul Ricoeur. A mesa ainda conta com a mediação do Prof. Dr. Laerte Magalhães.  

Mais informações sobre o Projeto Memória do Jornalismo Piauiense

O Projeto Memória do Jornalismo Piauiense foi criado e é coordenado pela Profa. Dra. Ana Regina Rêgo. O acervo digitalizado também é colocado à disposição da comunidade, por meio do Espaço Integrado da Memória na UFPI. O projeto é mantido pelo Núcleo de Pesquisa em Jornalismo e Comunicação (NUJOC), vinculado ao Departamento de Comunicação Social e Programa de Pós-Graduação em Comunicação (PPGCOM/UFPI).

Além do CNPq, o projeto mantém parceria com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), por meio do Programa Pró-Equipamentos. E na mesma IES com o Programa de Educação Tutorial (PET) – História; o Núcleo de Pesquisa Documentação e Memória (NUPEM); o Núcleo de Pesquisa em História e Educação (NUPEHED). Atualmente é composto por 10 componentes, entre bolsistas, estudantes de graduação e pós-graduação e voluntários atuam nas diferentes etapas do processo de conservação da história e memória piauiense. Entretanto já passaram pelo Projeto cerca 50 estudantes.

Desde o ano de 2011, o Projeto Memória do Jornalismo Piauiense iniciou parceria com o Arquivo Público do Piauí “Casa Anísio Brito”. Ao longo destes seis anos de convênio já foram digitalizados aproximadamente 1 Terabyte (1000 Gigabyte) de acervo que se encontra nas dependências daquele órgão. Todo o material digitalizado é inserido em formato PDF e viabilizado em DVDs para as consecutivas entregas ao Arquivo Público do Piauí. 

Fim do conteúdo da página